Se você já trabalha em condomínios ou acha que tem o perfil certo para trabalhar em condomínios como zelador, porteiro ou serviços gerais em condomínios, prédios residenciais e comerciais o Curso de Formação e Aperfeiçoamento para Trabalhadores de Condomínios aumentará a suas chances de manter-se no seu emprego ou uma oportunidade empregabilidade nesse setor


Na 41° edição da série de entrevistas intitulada de BATE-PAPO COM SINDICO, conversamos com a síndica do Reserva das Praias e Le Boulevard, Ana Paula Pinheiro Figueiredo, atuante em Manaus capital do estado do Amazonas, com formação em Marketing com especialização em Gestão de Pessoas e Síndica Profissional, veja abaixo as respostas dessa competente síndica ao nosso portal


Se você já trabalha em condomínios ou acha que tem o perfil certo para trabalhar em condomínios como zelador, porteiro ou serviços gerais em condomínios, prédios residenciais e comerciais o Curso de Formação e Aperfeiçoamento para Trabalhadores de Condomínios aumentará a suas chances de manter-se no seu emprego ou uma oportunidade empregabilidade nesse setor


Na 38° edição da série de entrevistas intitulada de BATE-PAPO COM SINDICO, conversamos com a Vice-presidente da ABRASSP-DP, Administradora e Síndica Profissional Karina Insaurrade, ela atua no Condomínio Reserva Mata Azul, que fica na Praia de Maresias, em São Sebastião - SP, veja abaixo as respostas dessa competente síndica profissional ao nosso portal



O Distrito Federal conta com mais de 197 mil cooperados, organizados em 66 cooperativas legalmente registradas na Organização das Cooperativas do DF (OCDF). Atuando em seis ramos diferentes – como crédito, agricultura e educação –, o setor responde por parcela significativa do Produto Interno Bruto (PIB) da entidade federativa. Visando a impulsionar a atividade cooperativista no DF, a Câmara Legislativa lançou na manhã desta sexta-feira (9) a Frente Parlamentar do Cooperativismo

Roosevelt Vilela, presidente da Frente,destacou crescimento da atuação cooperativista.



Boa convivência entre Corretores de imóveis e condomínios
Por Marcelo Sicoli*
Dia 27 de agosto é comemorado o dia dos Corretores de Imóveis. O mês de agosto reúne atividades e solenidades diversas para a categoria. Estes profissionais têm grande interface com os síndicos e condomínios. Em 2018, nesta mesma época escrevi o artigo: Parabéns, corretor de imóvel? Onde traçava um breve panorama sobre as conturbadas eleições dos CRECIs estaduais em todo Brasil.
Como síndico experiente e corretor de imóveis atuante, desta vez, foco em como a relação entre corretores de imóveis, síndicos(as), imobiliárias, administradoras de condomínio e condomínios pode ser mais harmônica.
1)           Exercício ilegal da profissão por parte de porteiros e síndicos não qualificados ainda é um problema; O CRECI-DF tem feito periódicas campanhas de conscientização contra esta contravenção penal e intensificado fiscalizações.
2)           Aplicativos (apps) que sugerem a remoção deste profissional da intermediação de aluguéis e vendas, apesar de todo o risco e limitações envolvidas, nascem e morrem todos os dias; A tentativa de “uberizar” a atividade pelo que vejo não consegue decolar.
3)           Tema quente e polêmico em cursos e palestras do universo condominial gira em torno da possibilidade de alugar ou não apartamentos em um condomínio por intermédio de plataformas como o Airbnb. Jurisprudência dos tribunais tem apontado no sentido que sim.
4)           Com a diária evolução das formas de crimes beira para mim a inocência ou mau-caratismo solicitar a qualquer condomínio uma lista de e-mails e telefones de proprietários e moradores para divulgações diversas. Um gestor condominial com boa vontade em ajudar, pode encaminhar os encartes ou e-mails, mas é irresponsável ceder estes dados.
5)           Em julho 2019, observei em meu condomínio uma invasão de propriedade privada por parte de um corretor que sem autorização percorreu toda a área privativa de garagem posicionando encartes publicitários em literalmente todos os carros lá parados. Alegou que achava se tratar de área de estacionamento “rotativo”. Encaminhei para o CRECI-DF para apuração e reprimenda. Ações como esta, dentro de áreas particulares, sempre devem ter anuência da área de segurança. Os corretores devem se atentar se aquele determinado prédio permite ou não placas de VENDO/ALUGO posicionadas em fachadas, ou/e se disponibiliza um mural para colocação de pequenos anúncios.
6)           Com tantos crimes de estelionato registrados no Brasil e DF, por falsos profissionais, sugiro não deixar chaves em portarias ou ceder para interessados. Acompanhe pessoalmente todas as visitas e evite transtornos como furtos de objetos ou cópias não autorizadas de chaves, e subsequente anúncio de um enganoso aluguel ou venda.
7)           Há empresas de pesquisa do mercado imobiliário que periodicamente contatam condomínios. Uma de São Paulo trimestralmente fazia contato com nossos funcionários. Ofereci-me para oficialmente passar para a empresa dados sobre salas disponíveis, custos médios de aluguel etc. Contudo, invariavelmente tais pesquisadores se passavam por clientes. Assim, pedi para um dos dirigentes remover todos nossos dados de seus registros e adotarem uma metodologia mais ética e profissional.
8)           Algumas imobiliárias que administram imóveis pecam pela falta de didática e formalidade. Entram em contato com a administradora (contabilidade), com e-mails curtos e grossos solicitando informações financeiras, atas de assembleias, dívidas sobre unidades, mas sem sequer terem anteriormente se apresentado e cadastrado um contrato de aluguel. É importante frisar que boa parte das administradoras têm dezenas ou centenas de clientes condomínios e por consequência milhares de apartamentos, casas ou salas comerciais sob sua gestão. As imobiliárias devem sempre contextualizar os contatos: “Represento a imobiliária X, que administra a sala Y, do condomínio Z, cujo contrato foi encaminhado para vocês na data tal, e, portanto, gostaria que me disponibilizassem a informação J.”
9)           Grandes imobiliárias ou construtoras que querem divulgar seus produtos em áreas comuns dos prédios normalmente são bem-vindas. Óbvio ressaltar que há necessidade de uma contrapartida financeira para os condomínios cujas demandas são sempre infinitas. Afinal de contas, trata-se de produtos com ticket médio elevado.
10)        Grandes prédios corporativos têm um único dono, centralizam todas as informações sobre andares ou salas disponíveis para aluguel e cuidam de toda infraestrutura do complexo. O mesmo não vale para condomínios comerciais ou residenciais diversos. Ou seja, o síndico ou muito menos o porteiro, tem uma listagem com as unidades disponíveis para aluguel e venda, e informações fidedignas sobre valores médios de transações recentes. Por atuar no mercado imobiliário sou uma exceção por ter parte das informações sobre meu condomínio. Logo, ligar para(o) síndico(a) perguntando sobre as unidades que ele(ela) dispõe é sem noção.
11)        Cada prédio tem suas regras internas de convivência, uso de espaços e especialmente obras. Um inquilino ou novo proprietário deve buscar acesso a elas, e sobre tudo antes de realizar uma obra ou uma mudança (de entrada ou saída) formalmente notificar a administração daquele condomínio. Imobiliárias devem ajudar nesta orientação.
12)        Sem constrangimento, deveria se tornar natural aos interessados em imóveis à elaboração de algumas perguntas prévias a uma visita por parte do corretor de imóveis. Entendeu os valores envolvidos? Será que aquele seu carro usado é mesmo de interesse daquele vendedor? Para os clientes iniciando uma sondagem inicial, será que é realmente necessária uma visita física ao imóvel, se não há um concreto plano para compra ou aluguel? Assim, poupamos tempo para todos.
 *Síndico do Centro Clinico Sudoeste(Brasília-DF),  premiado nacionalmente e internacionalmente. Consultor internacional e corretor de imóveis (CRECI-DF 20576).  Conselheiro do CRECI-DF registra que sua visão não reflete o da entidade necessariamente. E-mail: sindicoccs@outlook.com whatsapp: (61)98162-8891


Seja por vocação ou carreira, a função do síndico sempre será a de representar e administrar o condomínio, além de zelar pelo bem-estar dos condôminos. Tais responsabilidades competem tanto àquele que é morador quanto ao terceirizado, ou seja, um profissional “de fora”, que é contratado para gerir o empreendimento



A região do Jardim Botânico, receberá no dia 14/09, o 8º Workshop de Síndicos e Síndicos Profissionais. As oportunidades são para os síndicos, subsíndicos, conselho fiscal e moradores de condomínios, e fazem parte do projeto WorkSíndicos da Abrassp, com inscrições até 13 de setembro. São 90 vagas em evento que será servido almoço e coffee break


O deputado Agaciel Maia (PL) defendeu na sessão ordinária da Câmara Legislativa do Distrito Federal desta terça-feira (6) a contratação de dois mil agentes comunitários e de 200 médicos para cobrir toda a atenção primária por meio de equipes de médico da família. Segundo ele, a medida resolve a crise na saúde pública, desafogando os hospitais

Pela segunda vez na cidade de Manaus, o estado do Amazonas receberá o 21º Encontro Brasileiro de Síndicos e Síndicos Profissionais - ENBRASSP. Evento gratuito que contará com a participação de mais de 200 síndicos. Com a presença de palestrantes de renome nacional, com certificado de participação e coffee break. O ENBRASSP é uma realização da Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais - ABRASSP

Pela primeira vez, a cidade do Gama no Distrito Federal receberá o  - ENBRASSP. Evento gratuito que contará com a participação de mais de 100 síndicos. Com a presença de palestrantes de renome nacional, com certificado de participação e coffee break. O ENBRASSP é uma realização da Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais - ABRASSP


A Polícia Militar (PM) encontrou em um bar em Águas Lindas porções de drogas escondidas no interior do estabelecimento. A Polícia Militar estava realizando patrulhamento próximo a região do bar e devido a movimentação adentrou no local e revistou alguns clientes, porém não encontraram nenhum objeto ou substância em ilícita com os mesmos.

Porém, durante a revista no estabelecimento foram encontradas drogas no interior de um cabo oco de uma vassoura. Na ocasião a abordagem foram encontrados os suspeitos, sendo que um deles tentou fuga. Durante o procedimento foram apreendidos dinheiro, munições e porções de drogas. Os três suspeitos foram levados para delegacia para serem autuados.

A Polícia Militar de Águas Lindas mais uma vez abordou suspeitos e tomaram os procedimentos de rotina em defesa da população e em combate a criminalidade na cidade.
“Águas Lindas é uma cidade grande, e em toda região como a nossa recebe diversas pessoas, em geral a procura de moradia ou de trabalho, mas também acabamos encontrando pessoas mal intencionadas e que querem perpetuar a criminalidade e o tráfico de drogas no município.

Mas aqui a Polícia Militar tem feito um ótimo trabalho e tem realizado apreensão dos que vem para nossa cidade no intuito de cometer crimes. A nossa população merece mais segurança, por isso intensificamos o policiamento nas ruas e nos comércios locais.

A abordagem da Polícia Militar de Águas Lindas em fazer a revista e encontrar as drogas no estabelecimento é um dos procedimentos padrões, pois estão constantemente realizando rondas e também atendendo os chamados e necessidades dos moradores, assim oferecendo mais segurança. Por isso parabenizo a nossa PM de Águas Lindas.

O nosso dever é combater a criminalidade, as drogas e a violência. Essa é uma das minhas responsabilidades como gestor que estou sempre atento”, disse o prefeito Hildo do Candango.  

Acompanhe mais informações nas redes sociais do Prefeito Hildo do Candango:

Site do Prefeito Hildo do Candango:

Na 36° edição da série de entrevistas intitulada de BATE-PAPO COM SINDICO, conversamos com o Edvaldo Brito, ele é Jornalista, Administrador de Empresas e Síndico em três condomínios, são eles, Condomínio do Edifício Via Centralle, Condomínio Portal Solar e Condomínio Convivência em Taguatinga-DF. Veja abaixo as respostas de Edvaldo Brito, um gestor por excelência ao portal Cidades & Condomínios

Tecnologia do Blogger.