Ontem (18/02), um condomínio da SQSW 300, sofreu uma tentativa de golpe contra um morador


O porteiro recebeu uma encomenda (notebook) entregue pela Kalunga para o morador. Minutos depois aparece um rapaz afirmando ter ocorrido um erro na entrega e que iria trocar o produto, pedindo para recolher o notebook. O porteiro não autorizou a retirada e o morador desceu. 

Mesmo sem ter feito nenhuma encomenda, a nota fiscal, o cartão de crédito, o nome do comprador (morador) e endereço estavam corretos na encomenda. Assim, o morador decidiu ficar com o produto para trocá-lo diretamente com a loja. Ainda bem! 

Ai o golpista foi embora.


O morador entrou em contato com a Kalunga que afirmou tratar-se realmente de um golpe e irá providenciar a devolução do produto e do dinheiro.



Felizmente, não ocorreu nenhum problema. 

Mas fica a recomendação do porteiro nunca devolver, após receber, o produto. O golpista tinha crachá e tudo mais. 

O golpe pelo visto consiste na utilização de dados de um morador para fazer uma compra online e os criminosos monitoram a entrega, quando consultam que a encomenda foi entregue vão ao condomínio se dizendo da transportadora ou da loja para fazer a troca que houve um erro.

Seguem imagens...













Portal Cidades e Condomínios por Jornalista Paulo Melo 61 98225-4660 Sugestão de pauta: cidadesecondominios@gmail.com #Cidades #Condomínio #PauloMeloJornalista #CidadeseCondomínios