Na 49° edição da série de entrevistas intitulada de BATE-PAPO COM SINDICO, conversamos com a Contadora, Psicologa e Síndica da SQS 310, Bloco J no Plano Piloto de Brasília, Marcilia Bellozupko Stremel, veja abaixo as respostas dessa competente síndica ao nosso portal




1) Porque decidiu ser síndica?

Fui bancária por 30 anos e gosto muito das ciências exatas, adoro administrar e tenho experiência como gestora de pessoal também!!



2) Como conciliar suas atividades, mais a de síndica?

Como tenho horário flexível pra atender meus pacientes na psicologia, faço meu trabalho como síndica nesses intervalo. Sou síndica orgânica, moro no condomínio.

3) Como é ser síndica?
É uma profissão de muita responsabilidade, é necessário ter conhecimento de administração, gestão de pessoas, ter muito planejamento, afinal estamos administrando o dinheiro de todos os condôminos.

4) Quando assumiu quais os problemas encontrados?
Meu condomínio é muito organizado, bem estruturado, o ex-síndico foi um ótimo administrador. Dei continuidade ao trabalho dele.

5) O que representava o maior problema?
Temos muitas brigas de moradores, por causa de vagas de garagens (muito estreito), mas com o diálogo entre os moradores, conseguimos atender o objetivo. Afinal o síndico é o mediador, o conciliador .

6) Deixe uma mensagem de otimismo para os seus colegas síndicos?
É encantador fazer o que a gente gosta, com responsabilidade, transparência e dedicação. Sou síndica há 10 anos em Brasilia, fui também síndica e em Curitiba e amo que faço!