MTEC Energia

O governo tem que cuidar para que o cidadão possa estudar e trabalhar”, afirma Caiado

Em entrevista ao programa “Reconversa”, governador defende princípios liberais e educação como instrumento para transformação social, além de reiterar importância da independência na política


                                     
A defesa da educação, da ciência, da liberdade de mercado, do direito de propriedade e da independência na política foram os principais temas da entrevista que o governador Ronaldo Caiado concedeu ao programa “Reconversa”, veiculado na noite de terça-feira (5/12) no canal do jornalista Reinaldo Azevedo no Youtube. “O governo tem que cuidar para que o cidadão possa estudar e trabalhar. A motivação do jovem não pode querer ser faccionado”, frisou o gestor goiano. Azevedo destacou o posicionamento de Caiado na entrevista e disse que o governador “eleva a qualidade do debate”.


Ao lado de Reinaldo Azevedo na apresentação do programa, o advogado Walfrido Warde elogiou o governador. “O Brasil precisa de mais gente pensando naquilo que concorda e menos gente se apegando a discordâncias frívolas. Vi aqui um homem falando de convergência. Fiquei muito impressionado”, enalteceu.




Durante uma hora e meia de bate-papo, o governador apresentou as teses principais que direcionaram sua vida pública, comentou temas atuais em discussão no Brasil, como a Reforma Tributária, e não se esquivou de abordar novas perspectivas, entre elas a possibilidade de voltar a disputar a Presidência da República em 2026. Caiado reiterou a importância da responsabilidade e do apego a valores republicanos. “A pessoa tem que ter compromisso moral com o cargo que ocupa, não pode transformar a mesa em balcão de negociação”, afirmou ele.


O gestor goiano também reforçou sua crença na ciência, na liberdade de mercado e no direito de propriedade, configurando o perfil liberal mantido há décadas. “É minha característica, é estilo. Não vou mudar meu comportamento”, frisou ao ser questionado se o seu enquadramento ideológico garante entrada junto ao eleitorado de direita. “Se eu puder aconselhar jovens na política, diria: preservem sua independência moral e intelectual”, destacou.



Com cenário político aberto, o governador não escondeu a pretensão de entrar na disputa presidencial em 2026, repetindo sua primeira experiência eleitoral, em 1989. “Vou buscar junto ao meu partido a condição de estar entre os pretensos candidatos a Presidente da República”, afirmou. “É a construção de um processo político, partidário e de articulações. Agora é hora de conversar sobre liderança política”, ressaltou.


Realizações

Caiado ainda citou os avanços alcançados nos últimos cinco anos em Goiás, enfatizando os resultados obtidos nas áreas de segurança pública e educação. “O que está faltando no país é uma política que mostre resultados, ressaltou. Por fim, o governador reiterou sua posição contra o texto atual da Reforma Tributária. “Não posso tolerar uma reforma sem estudo, sem simulações”, afirmou, citando prejuízos à economia goiana, como a evasão de indústrias.



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Sesc
Canaã Telecom