Nesta quinta-feira (4/3), após uma denúncia anônima, uma equipe composta por fiscais e especialistas do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES) verificou irregularidades em uma obra clandestina no Edifício Acapulco B, no Condomínio Residencial Atlântica Ville, no bairro Jardim Camburi, em Vitória

Foto: Crea/ES.

De acordo com os profissionais especialistas do Conselho, o risco de colapso existe e é devido à escavação que está sendo realizada ao redor da base dos pilares de sustentação. Tal atividade ilegal, irregular e indevida por parte do condomínio foi motivada pela necessidade do reforço estrutural e para tratamento do aço que a compõe.

Além de não estar sendo realizada por uma empresa especializada, a obra não possui engenheiro responsável e, segundo os especialistas do Conselho, está sendo executada sem nenhum tipo de escoramento, o que fortalece para o risco de queda.

De prontidão os fiscais emitiram um auto de infração por exercício ilegal da profissão, sendo a obra enquadrada como irregular de acordo com o artigo 6A da Lei 5194 de 24 de dezembro de 1966. O Conselho acionará a defesa civil municipal e estadual para que as providências sejam tomadas.

Durante essa semana os fiscais e especialistas em engenharia do Crea-ES farão o monitoramento no local até que o caso seja resolvido. A apuração para identificação dos responsáveis também já foi iniciada e será tratada de forma célere para que seja garantida a integridade física dos moradores do Condomínio Residencial Atlântica Ville.

Portal Cidades e Condomínios por Jornalista Paulo Melo 61 98225-4660 Sugestão de pauta: cidadesecondominios@gmail.com #Cidades #Condomínio #PauloMeloJornalista #CidadeseCondomínios