Mais de 15 mil pessoas se inscreveram para trabalhar no Hospital Regional de Luziânia

Paciente durante triagem no Hospital Regional de Luziânia - Foto: Marcos Reis.

Nara Michele Batista é secretária, Fernando Rocha é coordenador de Faturamento e Carlos Henrique especialista em Tecnologia da Informação. Eles fazem parte do novo time do Instituto de Medicina, Estudos e desenvolvimento – IMED que chegou em meio a uma batalha para fazer a diferença na saúde de Luziânia e região. Além deles, também foram contratados para o Hospital Regional de Luziânia médicos, enfermeiros, técnicos, auxiliares administrativos, farmacêuticos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos e gestores.

“É uma equipe grande para um desafio da mesma dimensão: atender pacientes com sintomas respiratórios graves provocados por Covid-19 aqui no entorno de Brasília”, explica Iris Gonzales, diretora geral do HRL. Ela mesma, uma recém-chegada, está há uma semana em um trabalho incessante de administrar o HRL e organizar os afazeres de 138 profissionais. Cada qual em sua especialidade exerce um papel essencial na luta diária pela vida.

Enquanto os cidadãos procuram se proteger na segurança do lar até que seja seguro voltar à vida normal, estas pessoas escolheram seguir sua vocação que é trabalhar exatamente na linha de frente, no enfrentamento de uma doença contagiosa e que ainda não tem cura. “Só consegue estar aqui quem tem vocação para cuidar do outro”, resume Getro de Oliveira Pádua, diretor do IMED.

Vagas de Trabalho

Em menos de uma semana o IMED recebeu 15 mil currículos para chegar à equipe ideal e abrir as portas do hospital para a população. “Não foi fácil, como nunca é quando se contrata alguém para trabalhar em hospital. A gente precisa achar dentre os muitos especialistas os que têm mais vocação humanitária para acolher quem está doente e precisando de auxílio”, explica Angela Chagas, gestora de Recursos Humanos do IMED. Ela coordenou o processo seletivo do HRL e agora está à frente de outra missão, contratar pessoas para o Hospital de Formosa. Lá, mais 192 vagas foram abertas pelo IMED. O processo seletivo (edital) está aberto no site www.imed.org.br e os currículos devem ser enviados exclusivamente por e-mail.

Sobre HRL

O Hospital Regional de Luziânia (HRL) começou a receber os primeiros pacientes com sintomas de Covid-19 no dia 20 de maio de 2020. Vieram transferidos pela central estadual de regulação de vagas do Estado de Goiás. Os leitos, sendo 20 de UTI, serão ocupados gradualmente, a partir da avaliação diária e conjunta da direção com a Secretaria Estadual de Saúde.

Estadualizado, após passar oito anos em obras, o HRL é o primeiro hospital do entorno do Distrito Federal dedicado a tratar pacientes com sintomas respiratórios agudos causados pelo coronavírus.

Cerca de 1,2 milhão de pessoas que moram na região serão beneficiadas pelo Hospital Regional de Luziânia.

Sobre o IMED

A Organização Social Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED) é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que presta serviço de relevante interesse público na área de saúde. Administra unidades básicas de saúde em Minas Gerais, o Hospital de Urgência de Trindade (HUTRIN) e, desde maio de 2020, o Hospital Regional de Luziânia e o de Formosa, todos em Goiás.

Fundada em 2013, o IMED zela pelo bem estar dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em todas as unidades que administra, promovendo gestões competentes com uso racional de recursos e investimento em tecnologia e pessoal especializado.

Portal Cidades e Condomínios por Jornalista Paulo Melo 61 98225-4660 Sugestão de pauta: cidadesecondominios@gmail.com #Cidades #Condomínio #PauloMeloJornalista #CidadeseCondomínios