Ministros do STF vão contra Fux em ato do PCC, mas discordam de Marco Aurélio


source
stf
Agência Brasil

STF


Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estão divididos depois dos ataques públicos entres o presidente da corte, Luiz Fux, e o ministro Marco Aurélio, em relação ao caso do traficante André do Rap, líder do PCC, que está foragido após ter a ordem de soltura revogada por Fux.

Os ministros do STF discordam sobre o método de atuação de Luiz Fux ao suspender a liminar de Marco Aurélio, embora a maioria não seja a favor do traficante ter sido solto. Foi relembrado um evento no final do ano passado em que Marco Aurélio mandou soltar todos os que haviam sido presos em segunda instância.

“Posar de bom moço é bom, né? Mas eu não jogo para a turba. O ministro Fux não é censor de quem quer que seja, muito menos de colegas. Ele pode suspender liminar de outros órgãos, mas não do Supremo”, disse Marco Aurélio em entrevista à Folha de S.Paulo.

A revogação da soltura é a segunda decisão do presidente do STF que vai contra o projeto anticrime aprovado neste ano e proposto inicialmente pelo ex-ministro Sérgio Moro.

Felipe Viana

Felipe Viana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *