Florada de ipês-brancos encanta moradores do DF


Contagem regressiva para fotos, pois florada chega ao fim nos próximos dias| Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Os ipês-brancos são um verdadeiro espetáculo a céu aberto durante a primavera. Neste mês – até meados de outubro – a árvore pode ser encontrada em várias regiões administrativas do Distrito Federal. Mas, quem quer registrar uma foto não pode perder tempo ao passar por um exemplar. A florada, que começou depois do tempo previsto, deve acabar em breve.

10% dos ipêsde todo o Distrito Federal são amarelos

Diretor do Departamento de Parques e Jardins da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Raimundo Silva explica que a cor branca representa 10% dos 230 mil ipês crescidos no DF. “Primeiro são os roxos e amarelos. Depois dos brancos é a vez dos rosas e, finalmente, os verdes. Às vezes, as condições climáticas podem antecipar ou prolongar o desabrochar”, informa.

A esteticista Thais Nogueira, 33 anos, registrou o momento assim que a primeira árvore desabrochou em frente à porta de sua casa, na Vila Planalto. “Moro aqui desde que nasci e todos os anos temos o privilégio de ter essa visão maravilhosa. Tiramos muitas fotos. É uma paisagem única. Para mim, essa é uma das cores [de ipê] mais bonitas”, opina Thais.

Thais Nogueira: “Para mim, essa é uma das cores de ipê mais bonitas” | Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

O militar da reserva Aurélio França, 55 anos, também aproveitou para guardar a imagem no celular. “Os ipês encantam a nossa cidade todo ano. Amo os amarelos, mas a cada espécie que vejo fico na dúvida de qual é a mais bonita”, admite. “A natureza é exuberante e temos que cuidar muito bem dela.”

Plantio

De acordo com a chefe de Divisão de Agronomia da Novacap, Janaína Gonzáles, o plantio dos ipês começa no próximo mês, no período da chuva, que se estende até março, no máximo. A coleta das sementes é feita nos estados de Goiás, Minas Gerais e Tocantins. Em seguida elas são levadas para os viveiros, onde começa o processo de germinação.

“As mudas são plantadas para substituir árvores que foram retiradas ou em locais demandados pelas administrações regionais. É observada a questão da proximidade de construções e calçadas, por exemplo, para não causar problemas”, explica.

Neste período, a previsão é que sejam plantados mais 40 mil exemplares até o próximo ano. De janeiro até agora já foram plantadas 30 mil novas mudas em diversos pontos do DF.

Plantio irregular

Quem pretende plantar árvores em área pública precisa pedir autorização à Novacap. Há espécies que podem criar inúmeros problemas, como proliferação de doenças, ou mesmo tornar o solo improdutivo, pois algumas sugam mais minerais.

Há espécies que também podem danificar a parte estrutural de um imóvel. Para solicitar o plantio basta ligar gratuitamente para a Ouvidoria, no telefone (61) 3403-2626.

Cores dos ipês tornam ainda mais bonitos os arredores da Catedral | Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

A Novacap também não faz podas em áreas privadas e nem em órgãos públicos que têm contrato específico para esse tipo de serviço – exceto em casos de risco de desabamento que resulte em ação da Defesa Civil.

As equipes também não podem executar podas em rede de energia elétrica ou a cinco metros dela, por questão de segurança. Quem faz esse tipo de serviço é a Companhia Energética de Brasília (CEB).

Fonte: Governo DF

Felipe Viana

Felipe Viana