PF combate exploração de garimpos ilegais em terra indígena Ianomâmi


Boa Vista/RR – A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje, 29/09, a operação Dominus*, com o objetivo de investigar uma associação criminosa que estaria envolvida na exploração de garimpos ilegais na Terra Indígena Ianomâmi.

 

São cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em Boa Vista/RR, expedidos pela 4ª Vara da Justiça Federal em Roraima, após representação da Autoridade Policial e manifestação favorável do MPF.

 

O Inquérito Policial identificou um suspeito que seria responsável por garimpos ilícitos na Terra Indígena Ianomâmi e proprietário de maquinário que operaria na região, em Roraima. Segundo as investigações, o suspeito contaria com dezenas de pessoas trabalhando sob sua autoridade e operando equipamentos de sua propriedade nas lavras irregulares.

 

Os mandados são relacionados, também, a outros integrantes que participariam da logística dos negócios, não apenas do suspeito, mas atuariam como responsáveis pelo depósito e transporte de insumos para garimpos na região.

 

Os suspeitos são investigados por crimes de Garimpo Ilegal (art. 55 da lei 9.605/98), Usurpação de Bem da União (art. 2º da lei 8.176/91), Transporte Ilegal de Combustível (art. 56 da lei 9.605/98) e por Associação Criminosa (art. 288 do Código Penal).

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Roraima

Contato: (95) 3621-1522
E-mail: cs.srrr@dpf.gov.br

 

****O nome da operação faz referência ao termo em latim para “dono”, “senhor”, em alusão à posição do principal investigado na atividade do garimpo ilegal na região.

Felipe Viana

Felipe Viana