PGR apura movimentação de funcionários em gabinete de Bolsonaro na Câmara


source
Bolsonaro
Reprodução/Youtube

Movimentação de funcionários de Bolsonaro na Câmara está sendo apurada pela PGR

Uma apuração preliminar foi aberta pela Procuradoria-Geral da República (PGR) para apurar sobre a movimentação de funcionários do gabinete de deputado do atual presidente  Jair Bolsonaro (sem partido) na Câmara.

A decisão do procurador-geral Augusto Aras foi comunicada ao Supremo Tribunal Federal (STF) após o Ministério Público Federal ser provocado a se manifestar sobre o pedido, realizado por um advogado.

A apuração avalia se houve alguma irregularidade nas movimentações salariais entre 1991 e 2018 pelos assessores que atuaram no escritório de Jair Bolsonaro enquanto deputado.

Formalmente, o presidente não está sendo investigado e a procuradoria-geral não tem um prazo para concluir as análises. 

Uma eventual investigação não pode ser deflagrada porque lei impede que o presidente seja apontado como responsável por algo que ocorreu antes do mandato. 

Felipe Viana

Felipe Viana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *