Policiais lançam candidaturas contra o discurso “bandido bom é bandido morto”


source
pm
Agência Brasil

Policiais Militares


Os policiais militares engajados no movimeto Policiais Antifascimo decidiram articular candidaturas para disputar as eleições municipais de 2020, com o intuito de mudar a imagem de que todos os policiais são conservadores e defendem pautas de segurança pública reacionárias.


Os integrantes do movimento, em sua maioria filiados à partidos de esquerda, falam na criação de uma ” bancada antibala “, que tem como princípios a defesa de políticas públicas contra o ecarceramento em massa, a flexibilização do porte de armas, o punitivismo exacerbado e o discurso ” bandido bom é bandido morte “, geralmente defendido por policiais e militares conservadores que integram a “bancada da bala” no Congresso.

Os policiais são conhecidos por promoverem críticas ao modo como as instituições da polícia funcionam e propõe novos modelos de segurança pública que fujam do padrão adotado pelas PMs, GCMs (Guarda Civil Metropolitana) e carcereiros ao redor do país.

Felipe Viana

Felipe Viana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *