Ciro Gomes processa vereador de SP Fernando Holiday por injúria racial


source
holiday
André Bueno / CMSP

Ciro Gomes processo Fernando Holiday por injúria racial

O ex-candidato à presidência, Ciro Gomes (PDT), está processando o vereador da cidade de São Paulo Fernando Holiday (Patriota) por causa de um vídeo em que é chamado de “coronel” pelo membro do Movimento Brasil Livre (MBL). Ciro pede R$ 50 mil para o vereador referentes a danos morais.

Em janeiro deste ano, Fernando Holiday publicou em suas redes sociais um vídeo no qual fazia referência à penhora de um veículo pertencente a Ciro em processo judicial. Segundo a defesa de Ciro, Holiday teria debochado dele ao chamá-lo de “coronelista”, em “claro preconceito com suas raízes nordestinas”.

Na postagem do vereador, a mensagem que motivou o processo era: “E Ciro Gomes, claro, por ser um coronelista, por ter uma influência muito grande no interior do país, especialmente no Ceará, ele acabava, de uma forma ou de outra, se livrando dos processos”.

Pela publicação, segundo a defesa de Ciro Gomes, Holiday estaria incorrendo em xenofobia e injúria racial. Eles listam outras ocasiões em que o vereador chamou Ciro de coronel nas redes sociais.

As brigas entre Ciro Gomes e Fernando Holiday já não são de hoje. Holiday já processou Ciro por ter sido chamado por ele de “capitãozinho do mato”.  A penhora da Hilux de Ciro, à qual o vereador fez referência em suas redes sociais, ocorreu a pedido da Justiça para que indenização fosse paga a Holiday.

Felipe Viana

Felipe Viana