União de forças para reformar o Teatro Nacional


.
Desde 2014 o teatro está fechado ao público | Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

O Banco de Brasília (BRB) assinou nesta sexta-feira (11) um protocolo de intenções com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) e a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) para fazer a análise financeira das ações de revitalização do Teatro Nacional Claudio Santoro. Patrimônio tombado, o teatro é referência cultural e arquitetônica do Distrito Federal, além de relevante ponto turístico do conjunto urbanístico de Brasília.

“O Teatro Nacional é um símbolo da cidade e patrimônio da cultura nacional. O apoio do BRB ao projeto reforça o nosso compromisso em darmos uma contribuição efetiva para a revitalização desse importante instrumento de acesso à cultura e ao turismo do DF”Paulo Henrique Costa, presidente do BRB

Nos termos do protocolo firmado, caberá à Secec disponibilizar as diretrizes para revitalizar o Teatro Nacional, além de fornecer acesso a toda a documentação disponível com este propósito. Também é responsabilidade da secretaria apoiar a interação entre as demais áreas envolvidas no desenvolvimento das ações previstas.

À Novacap compete todo o processo de execução da obra, o que abrange contratação do projeto, orçamento, fiscalização, licitação, gerenciamento da obra, apresentação de plano de trabalho e informações técnicas.

A assinatura do protocolo de intenções foi realizada na sede do BRB e contou com a presença, além do presidente do banco, Paulo Henrique Costa, do secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues da Silva, e do presidente da Novacap, Fernando Rodrigues Ferreira Leite.

História

Com projeto arquitetônico desenhado por Oscar Niemeyer, o Teatro Nacional teve construção iniciada em julho de 1960 e inauguração 21 anos depois, em 1981. Desde 2014 o espaço está fechado ao público.

“O BRB faz parte da história de Brasília.  O Teatro Nacional é um símbolo da cidade e patrimônio da cultura nacional. O apoio do BRB ao projeto reforça o nosso compromisso em darmos uma contribuição efetiva para a revitalização desse importante instrumento de acesso à cultura e ao turismo do Distrito Federal”, apontou o presidente do BRB.

Para o secretário de Cultura, a assinatura do protocolo entre as três instituições representa mais um importante passo em direção à recuperação do teatro. “Esse é um passo decisivo para que possamos reabrir as cortinas de um dos palcos mais importantes do Brasil. O Teatro Nacional passa a integrar as prioridades do governo do Distrito Federal para dar início a uma nova fase de transformação do país, quando finalmente superarmos a crise da pandemia. A cultura é a alma do povo, e Brasília, patrimônio da Humanidade”, destacou Bartolomeu Rodrigues da Silva.

“Há 70 anos o grande Niemeyer desenhou esse projeto. Agora, cabe a nós, a revitalização. É uma honra e, ao mesmo tempo, uma grande responsabilidade. O objetivo é devolver a Brasília este espaço tão rico – seja em histórias, seja em cultura. Um local que é uma das marcas da nossa capital”, emendou Fernando Leite.

 

* Com informações do Banco de Brasília

Fonte: Governo DF

Felipe Viana

Felipe Viana