Backing vocal cita polêmica com Vanusa: “Não vou bater boca com ninguém”


source

Aos 72 anos, Vanusa segue internada no Hospital dos Estivadores, em Santos, no litoral de São Paulo, onde deu entrada com problemas respiratórios. De lá para cá, muitas informações vieram a público. Tanto que, Rafael Vannucci, um dos filhos, fez questão de ir ao complexo santista no começo da tarde desta quinta (10) para conversar com a imprensa, esclarecer alguns pontos e desmentir os boatos de que ele e as irmãs estariam maltratando a mãe. Por isso, a técnica em enfermagem Fernanda Nunes, de São Paulo, se prontificou a cuidar da artista. Em depoimento ao “Balanço Geral”, da RecordTV, ela contou ter sido backing vocal da dona do hit “Manhãs de Setembro” e ainda reclamou do fato de a família ter ignorado os seus pedidos.

Fernanda Nunes e Vanusa
Reprodução/Instagram

Fernanda Nunes alega ter trabalhado com Vanusa e disse que se prontificou a cuidar da cantora

Com a repercussão da matéria no programa, o cantor e compositor Riksow usou o Instagram para a publicação de um comunicado. “Não sei por que não checaram. Essa moça nunca trabalhou com a Vanusa, nunca fez backing, mas queria na época em que estava dirigindo o show ‘Novo Tempo’. Porém, não aceitei, não precisava”, destacou o profissional, pouco antes de ressaltar: “Ela conheceu Vanusa no estúdio”, “selfie com artista não quer dizer nada” e “Fernanda nunca tirou foto na intimidade, só assediando”. Pensa que acabou? Não. Ele ainda acrescentou: “Por favor, não se aproveitem de um momento tão delicado, tenham compaixão. Não vou me calar, não admito que façam isso com meus amigos”.

Procurada, Fernanda Nunes, que tem 37 anos de carreira e alegou estar mais focada na nova profissão, confirmou que viu o post do Riksow, mas que não ia bater boca com ninguém. “Tem gente que está mais preocupada em ficar me atacando e me desmentindo do que propriamente ajudá-la. O importante é a minha consciência. Então, não estou preocupada com ele, não. Só desejo o melhor a esta grande estrela”, analisou. Por fim, reiterou: “Se tivesse oportunidade, iria cuidar dela, sim, assim como faço com todos os idosos desde que deixei a música e foquei a enfermagem”.

Fonte: IG GENTE

Felipe Viana

Felipe Viana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *