Médica picada por cobra no Mato Grosso sai da UTI em São Paulo


source
médica
Reprodução

Parcialmente recuperada, Dieynne Saugo fez postagem no Instagram e agradeceu a todos que rezaram por ela

A médica  Dieynne Saugo, picada por uma cobra jararaca em uma cachoeira na cidade de Nobres, no Mato Grosso, no dia 30 de agosto, saiu da UTI de um hospital particular em São Paulo, nesta terça-feira (8).

A médica fez uma postagem em seu instagram pessoal para agradecer o apoio e a Deus por a ter poupado. “Conversei muito com Deus, melhorei minha intimidade com ele e quando pedi uma resposta para tudo isso que estou passando, ele me disse:Fique em paz minha filha, ordenei uma equipe de anjos pra te salvar!”, disse.

A família de Dieynne criou uma campanha de arrecadação com o objetivo de juntar R$ 300 mil para o tratamento dela. Segundo a irmã, o valor é para cobrir os gastos da transferência para São Paulo e do período de internação no hospital, que chega a R$ 200 mil.

Entenda

A médica Dieynne Saugo estava conhecendo a região da cachoeira Cachoeira Serra Azul, na cidade de Nobres, no dia 30 de agosto. Quando ela estava em baixo da queda d’água, a cobra despencou junto com a correnteza e caiu em cima da médica. A cobra então a picou ao menos duas vezes no pescoço e no rosto.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi chamado e encontrou a família a caminho do hospital mais próximo. Na noite de quinta-feira (3), a médica foi transferida para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde passou por uma cirurgia no braço no dia seguinte.

Felipe Viana

Felipe Viana