Moradores da 213 Norte ganham nova iluminação pública


.

Os moradores da Quadra 213 da Asa Norte estão comemorando as obras de expansão e eficientização da iluminação pública da região. Nesta quinta-feira (3), a Companhia Energética de Brasília (CEB) começou o projeto que prevê a instalação de 25 postes de aço com luminárias de LED 60w e a substituição de 77 luminárias convencionais e antigas por tecnologia LED. A previsão de execução da obra é de 60 dias. A troca de lâmpadas, porém, deverá ser finalizada ainda essa semana.

O gestor do Bloco A da 213 Norte, Rafael Nagib, contou que o projeto começou a ser desenvolvido após a comunidade entrar em contato com a CEB. “Eu e os outros síndicos procuramos a CEB e nos reunimos com o presidente Edison, que veio pessoalmente ver a situação da iluminação pública da nossa quadra”, contou ele. Essa obra, segundo Nagib, significa um alívio depois de 16 anos de pedidos que nunca eram sido atendidos – até o dia de hoje. “Só temos a agradecer”, afirmou. 

Para acompanhar o início do trabalho, estiveram na quadra o presidente da CEB, Edison Garcia; o chefe da assessoria de iluminação pública da Secretaria de Obras, Carlos Eduardo Gomes; o deputado distrital Reginaldo Sardinha (autor da emenda parlamentar que liberou os recursos) e os síndicos dos blocos. 

O presidente da CEB, Edison Garcia, explicou que o projeto foi desenvolvido para resolver os pontos de escuridão existentes na quadra. “A equipe da CEB veio durante a noite e mapeou os locais que mais careciam de iluminação – dos blocos e nos caminhos para as paradas de ônibus”, lembra Garcia. 

Ele ressalta que uma boa iluminação pública reduz a violência e a sensação de insegurança da população. “Por isso, quero ressaltar a união dos esforços entre a diretoria técnica da CEB Holding, a Secretaria de Obras e o deputado Sardinha”.

O custo para a execução da obra será de R$ 394 mil. Para o deputado Reginaldo Sardinha, a destinação de emenda parlamentar para projetos de iluminação pública é benéfica para a população. “Verba parlamentar é um ótimo instrumento para viabilizar obras de infraestrutura”, diz ele.

* Com informações da CEB

Fonte: Governo DF

Felipe Viana

Felipe Viana