Polícia Militar interrompe festa na casa de Darlin, mãe de Lexa


source

Na noite da última terça-feira (1), Darlin Ferratry, mãe da cantora Lexa, voltou a perturbar o sossego de seus vizinhos com festa e muita música alta em sua casa. Mas, desta vez, a comemoração da empresária contou com a presença da Polícia Militar, que foi acionada por moradores do condomínio localizado no Recreio, Zona Oeste do Rio.

Darlin Ferrattry
Reprodução/Instagram

Darlin Ferrattry arruma confusão com os vizinhos novamente

Segundo um dos condôminos, a festa começou às 16h de terça, com direito à música alta e discurso da empresária na caixa de som, e se estendeu até por volta das 22h, quando então a PM chegou ao local.

Achou que os vizinhos finalmente tiveram uma noite de sono tranquila, né? Achou errado. A chegada das autoridades até fez com que a empresária desligasse o som, mas, minutos após a PM deixar o condomínio, Darlin teria ido para a rua, gritando para os moradores que ficaria na piscina até às 6h da manhã. A gritaria da empresária fez com que os vizinhos novamente acionassem a Polícia Militar, que retornou ao condomínio por volta da meia-noite. Darlin não saiu de casa e o síndico do condomínio foi quem recebeu os policiais.

A coluna procurou a empresária na manhã desta quarta-feira (2), que admitiu ter recebido a visita da polícia: “Eles (os policiais) vieram aqui. Foram cordiais comigo e eu com eles. Ontem foi aniversário, fiz um karaokê, eles pediram para eu abaixar(o volume da caixa de som) e eu abaixei. Eu, meus dois funcionários que estão passando a quarentena comigo e meu noivo”.

Sobre o retorno da polícia ao condomínio, Darlin afirma desconhecer: “Eles estiveram uma vez e eu atendi. Assim que eles foram embora, cantamos o parabéns e fomos dormir. Então, se vieram a segunda vez eu nem vi”.

Darlin diz, ainda, que se sente perseguida pelos vizinhos: “A situação está meio insustentável porque eu não posso nem colocar um karaokê”.

Segundo os vizinhos, nesta quarta-feira (2), às 9h30 da manhã, Darlin foi para o quintal da sua casa e começou a dar ‘bom dia’ aos moradores do luxuoso condomínio. Berrando.”Acabou de gritar ‘bom diaaaa'”, informou um dos vizinhos – que preferiu não ser identificado – para esta colunista.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que as festas na casa de Darlin incomodam seus vizinhos. Conforme esta coluna noticiou anteriormente, a mãe de Lexa teria sido notificada algumas vezes pelo condomínio e recebido cerca de R$ 11 mil em multas, o que ela negou para esta colunista.

Fonte: IG GENTE

Felipe Viana

Felipe Viana