Biscoitos substituirão merenda em escolas de SP devido pandemia; entenda


source
prato de comida
Divulgação/Governo Federal

Com a falta de merenda, entenda como fica a distribuição de alimentos nas escolas estaduais


Para evitar manipulação excessiva em alimentos, escolas estaduais que optarem pela  retomada de suas atividades em São Paulo no próximo dia 8 devem distribuir merenda seca aos alunos. Serão disponibilizados sucos em caixa, biscoito e bolinhos, por exemplo.


O subsecretário estadual de Articulação Regional, Henrique Pimentel, explicou que a medida foi adotada como precaução ao novo coronavírus. Ele afirmou ainda que cerca de 128 cidades devem voltar a funcionar neste mês. A Grande São Paulo, no entanto, está realizando inquéritos sorológicos para decidir o melhor momento para retomar as aulas

Pimentel explicou que, na falta da merenda convencional, cestas de alimento serão distribuídas para as famílias que necessitam. O subsecretário afirmou que em torno de 800 famílias podem receber a cesta.

O governador João Doria (PSDB) estuda retomar as aula em todo estado no dia 7 de outubro. Quando o período integral retomar, o benefício do vale-merenda será substituído pela distribuição desses kits.

Apesar de não terem data para retomar as atividades, as escolas podem reabrir na próxima terça-feira para realizar plantões de dúvida ou reforço. Também podem reabrir para este propósito escolas particulares e municipais.

Felipe Viana

Felipe Viana