Flávio Bolsonaro faz campanha, mas não quer ser associado aos derrotados


source
bolsonaro
Pedro França/Agência Senado

Flávio Bolsonaro é investigado pelo MP-Rio


O senador  Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) está apoiando diversas campanhas eleitorais de pré-candidatos a prefeituras do Rio de Janeiro. Flávio participa de agendas com os candidatos em uma “turnê eleitoral”. O filho do presidente da República tenta reforçar a adesão ao bolsonarismo e vincular a sua imagem a de políticos conservadores da região metropolitana do Rio.


O portal UOL ouviu pessoas próximas ao senador Flávio Bolsonaro que dizem que a participação dele nos eventos dos candidatos deve terminar em outurbo, quase um mês antes da eleição. Flávio está com a imagem desgastada por conta da investigação do suposto esquema de rechadinha orquestrado por Fabrício Queiroz em seu gabinete na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio). Por isso deve deixar antecipadamente as campanhas para que eventuais derrotas não sejam atribuídas a falta de popularidade do bolsonarismo.

Flávio está acompanhando as campanhas de diferentes candidatos da Grande Rio. Esteve em inaugurações de obras em Belford Roxo, onde apoia a reeleição de Waguinho (MDB), e em Duque de Caxias, onde Washington Reis (MDB) também tenta a reelição. Na sexta-feira (14), Flávio esteve ao lado de Crivella (Republicanos) na inauguração de uma escola cívico-militar. 

A lista de candidatos a receber o apoio do senador se estende com diversos compromissos na semana que vem, são eles:

Delegado Rayol (Podemos), pré-candidato à Prefeitura de Niterói;

Charles Batista (Republicanos),  em São João de Meriti; 

Alex Magrão (Republicanos), pré-candidato em Itaguaí;

Major Rodrigues (sem partido), em Queimados;

Roberto Sales (PSD), em São Gonçalo.

As cidades da Região Metropolitana do Rio são avaliadas como “fundamentais” para a família Bolsonaro nas eleições de 2020. Os munícipios compõem o berço do bolsonarismo e reúnem os principais colégios eleitorias do estado. A família Bolsonaro planejava criar o partido Aliança pelo Brasil a tempo das eleições para conseguir lançar uma série de candidatos. Sem o partido, Jair Bolsonaro não vai apoiar publicamente nenhuma candidatura.

Dr. Serginho (sem partido), em Cabo Frio

Felipe Viana

Felipe Viana