Como o celular mais poderoso da Xiaomi carrega tão rápido? Fabricante explica


source

Olhar Digital

Xiaomi Mi 10 Ultra
Divulgação

Xiaomi Mi 10 Ultra tem carregamento rápido

O Xiaomi Mi 10 Ultra chamou a atenção de todos ao ter um carregamento rápido sem fio de 120W. Depois, ele surpreendeu ainda mais quando atingiu as taxas de carregamento rápido sem fio com 50W. Isso é algo que poucos smartphones suportam. Agora, a empresa decidiu revelar como ela conseguiu carregar uma bateria de 4.500 mAh em apenas 40 minutos.

De acordo com a Xiaomi , o aspecto crucial foi a mudança do layout dos bits entre a bobina e a bateria. Em outras palavras, ao contrário do tradicional, quando os conectores são colocados em série, a empresa os configurou em paralelo. Outro benefício da tecnologia é a maior eficiência energética. Colocadas em série, a taxa de eficiência é de 94%, enquanto em paralelo, é de 98,6%.

Além disso, o material utilizado na produção dos conectores também foi alterado. A Xiaomi utilizou grafeno altamente condutor, o que também aumentou a eficiência. Outra mudança foi na própria bateria . Ela foi dividida em duas, cada uma com 2.250 mAh, para maximizar as taxas de carregamento. Por fim, a empresa utilizou uma tecnologia de enrolamento de vários fios para tecê-los em cinco camadas nas bobinas.

Com essas medidas e mais tecnologias, a Xiaomi conseguiu melhor a eficiência energética do seu carro-chefe. Se a empresa vai ampliar o uso e colocar o carregamento rápido de 50W em seus próximos smartphones , apenas o tempo irá dizer. É certo que, pelo menos em seus modelos de alto desempenho a tecnologia deve estar presente.

Xiaomi Mi 10 Ultra

O modelo foi anunciado como parte da comemoração dos 10 anos da Xiaomi . O smartphone possui tela OLED curva de 6,67 polegadas e atualização de 120 HZ. Além disso, possui chipset Qualcomm Snapdragon 865 , com 16 GB de RAM e 512 GB de armazenamento interno.

O conjunto de câmeras conta com quatro sensores. Um ultra-zoom com 48 MP e zoom óptico de 5x e híbrido de até 120x, um sensor principal de 48 MP, uma ultra-wide de 20 MP e uma dedicada a retratos com 12 MP. Também há um laser para o autofoco. Quanto à câmera de selfie, ela possui 20 MP e fixa em um discreto buraco no canto superior esquerdo da tela.

O Mi 10 Ultra estará disponível na China a partir do próximo domingo (16) em três cores: Obsidian Black (Preto), Mercury Silver (Prata) e “Transparent Edition”, que traz estampado na traseira o contorno dos principais componentes internos. Preços começam em cerca de US$ 760 (R$ 4.100) pelo modelo “básico” com 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno.

Felipe Viana

Felipe Viana