“Numa cesárea salvaria 2 vidas”, diz líder da bancada evangélica sobre aborto


source
Líder da bancada evangélica Silas Câmara
Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Líder da bancada evangélica, Silas Câmara

O presidente da Frente Parlamentar Evangélica na Câmara dos Deputados, conhecida como bancada evangélica , o deputado Silas Câmara (Republicanos-AM), “numa cesariana salvaria as duas” vidas, em relação ao aborto legal realizado pela menina de 10 anos do Espirito Santo que ficou grávida decorrente de um estupro realizado por uma familiar .

“Se esperasse mais semanas, teria condições de ter se salvo uma vida [a do feto], porque a criança estaria em perfeita situação para, em uma cirurgia de cesariana, ter sobrevivido”, afirmou o líder da bancada evangélica em entrevista à coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo .

“A previsão é que a criança estava em cinco meses. Se espera mais, daria para fazer uma avaliação da situação com mais clareza, se teria a necessidade mesmo de fazer a retirada ou se numa cesariana salvaria as duas”, completou. 

Silas Câmara ainda defendeu que “da forma como foi feito, terminaram matando uma vida no ventre de uma criança e prejudicando muito uma outra vida, que foi a menina de dez anos, que passou por esse trauma todo”.

Contudo, é direito constitucional de qualquer mulher realizar um aborto em casos de gravidez decorrente de estupro. Dessa forma, a interrupção da gravidez na menina de 10 anos estava dentro da lei e era um direito dela.

Apesar de contrário ao aborto, o líder da bancada evangélica irá aproveitar a situação para pedir urgência na tramitação de um projeto de lei que aumenta a pena em crimes de estupro. “É uma forma de a Casa dar uma resposta a essa situação”, afirma.

Felipe Viana

Felipe Viana