GDF Presente faz lavagem geral nas passagens subterrâneas dos eixos W e L


.
| Foto: Divulgação

Enquanto a cidade se prepara para dormir, as equipes do GDF Presente agem para deixar o Plano Piloto mais limpo e organizado. No fim da noite dessa segunda-feira (17) e início de madrugada desta terça (18), funcionários do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) do Distrito Federal iniciaram uma operação de lavagem das passagens subterrâneas sob os eixos W e L e o Eixão.

A manutenção da travessia – que garante a segurança de quem caminha a pé entre as quadras 100 e 300 – começou na Asa Sul e continua nesta noite na Asa Norte. Depois de recolhido todo o lixo descartado no chão pela população, dois caminhões hidrojatos, munidos de água com sabão e cloro a 1% de concentração, davam suporte para a limpeza em jato das passagens.

“Limpar é massa e melhora pra caramba, mas os próprios usuários deveriam ajudar a conservar enquanto os espaços não são revitalizados”, defende Beatriz Correia, de 56 anos, coordenadora de um espaço de convivência na comercial da 208 Norte.

Administradora regional do Plano Piloto, Ilka Teodoro ressalta a importância das passagens subterrâneas por atender milhares de pessoas que transitam pelas duas áreas. De acordo com ela, as ações do GDF Presente, assim como as manutenções de rotina feitas pela administração regional, SLU, CEB e Novacap ajudam a conservar os equipamentos e mantê-los limpos, apesar da depredação e sujeira promovidas por quem passa por lá. “As intervenções do GDF Presente dão visibilidade ao nosso trabalho de conservação da cidade.”

Buraco Zero na W3

Todas as ações nas passagens subterrâneas se somam a outras melhorias promovidas nas Asas Sul e Norte durante esta semana. A quadra 507 da Asa Norte, na W3, recebeu a equipe da operação Buraco Zero, mantendo a conservação do trecho com pelo menos 2 toneladas de massa asfáltica que cobriram as falhas na via. O mesmo foi feito na 701 Sul, em frente ao Setor de Rádio e TV Sul (SRTVS) e na mesma pista, próximo ao Setor Comercial Sul (SCS).

“O propósito é deixar a pista perfeita para circulação dos carros, ônibus e motos que passam por lá diariamente, eliminando riscos de acidente”, explica o coordenador do Polo Central Adjascente I, Alexandre César. A W3 também ganhou uma sinalização horizontal feita pelo Detran bem no cruzamento que dá acesso ao Hospital de Base.

Estradas vicinais do Gama

Outra região que também passou por terraplanagem neste início de semana foi a Ponte Alta Sul, na área rural do Gama. A presença do GDF Presente, junto com a Administração Regional do Gama, está recuperando as estradas vicinais. Já em outros pontos do Gama foi a operação Buraco Zero que abriu frente cobrindo falhas em ruas e avenidas com 22,5 toneladas de massa asfáltica.

A cidade também recebeu o serviço de limpeza. Só em uma área pública próxima à parada de ônibus do campus da UnB foram recolhidas 28 toneladas de materiais, entre restos de obras e inservíveis descartados indevidamente pela população. E as melhorias chegaram ao estacionamento da feira modelo, ao lado da Rodoviária do Gama, que receberam meios-fios.

São Sebastião

A Operação Buraco Zero chegou também a São Sebastião. Com maquinários e suporte do GDF Presente e mão de obra da administração regional e da Novacap, foram recuperadas as vias do bairro São José, sendo aplicadas dez toneladas de massa asfáltica.

| Foto: Divulgação

Enquanto isso, continuaram as intervenções de manutenção e melhorias das ruas do Morro da Cruz. As pistas receberam um material de entulho de obras reciclado que recebeu patrolamento e posteriormente foi molhado por água abastecida em um caminhão pipa. Em São Sebastião, as sujeiras em lotes vagos também é grande: a retirada de entulhos e inservíveis em dois dias chegou a aproximadamente 80 toneladas de objetos – como móveis e eletrodomésticos, além de restos de material de construção. Tudo isso descartado na rua pela própria população.

Fonte: Governo DF

Felipe Viana

Felipe Viana