Vacina chinesa contra a Covid-19 não envolve fetos abortados


source
Sinovac
Reprodução/Facebook

Pesquisadores chineses confirmaram os resultados positivos da nova vacina

O deputado bolsonarista Jessé Lopes (PSL-SC) divulgou em seu perfil no Facebook que vacinas chinesas têm células de bebês abortados. Ele ainda afirma que ” o vírus chinês não será tratado com esse tipo de vacina com nossa aprovação”, referindo-se ao novo coronavírus (Sars-CoV-2). A vacina acordada pelo Estado de São Paulo com a empresa chinesa Sinovac não envolve este tipo de cultura.

Segundo virologistas, tipos específicos de vacinas podem ser geradas a partir de células de fetos abortados, mas este não é o caso da vacina para a Covid-19. No caso da vacina Sinovac, a produção é feita a partir de uma cultura de células de rim de macaco, e não de fetos abortados. Ela se mostrou segura nos testes internacionais de segurança.

“Para a vacina contra a Covid-19, eles negam ter utilizado, mas conhecemos o histórico chinês sobre o assunto”, afirma o deputado bolsonarista em sua publicação no Facebook. 

Felipe Viana

Felipe Viana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *