Inovação e arquitetura: Retrofit em prédios e condomínios

 

Foto: José Gomes.
Apaixonada por inovação e tendências, Carolina Pepitone é mestre em arquitetura e urbanismo pela UnB, professora e co-fundadora da Simmetria Arquitetura. Em sua coluna fala de design, arquitetura e construção, trazendo as inovações do mercado de arquitetura
Colunista Carolina Pepitone
Quem não gostaria de morar ou trabalhar num prédio bonito, com uma fachada atual?

Será que para isso é necessário comprar um imóvel novo? A resposta para essa dúvida é não. É possível conseguir esse resultado fazendo renovação de fachada, o chamado retrofit.
As fachadas são como cartões de visitas da edificação, e fazer um retrofit significa remodelar, atualizar os materiais empregados, incorporando novas tecnologias e conceitos.
Esse é um exemplo bem sucedido de um antes e depois do shopping Pátio Brasil, em Brasília, que representa o potencial do retrofit na atualização de fachada.
A troca dos revestimentos da fachada proporciona benefícios que vão além da estética. Dependendo da solução escolhida, pode-se melhorar o desempenho acústico e térmico, além de aumentar a vida útil e a valorização do imóvel, refletindo num aumento de valor tanto para venda quanto para locação.
Dentre as soluções de revestimento destaco as aderidas, que têm a instalação simplificada e necessitam de investimentos menores, e as ancoradas.
Cerâmicas e pastilhas são exemplos de revestimentos aderidos, aplicados diretamente na argamassa. Granitos, ACM e revestimentos laminados em alta pressão são alguns exemplos de acabamentos ancorados, que apresentam um vão preenchido por ar entre a estrutura antiga e a nova, resultando numa melhora do desempenho acústico e térmico da edificação.
Vale lembrar que as fachadas sofrem a ação direta do tempo e, para conseguir que os revestimentos tenham uma vida útil longa, é fundamental que o condomínio faça as manutenções preventivas, previstas no Manual de Uso do prédio.
Para não ter problemas com a sua reforma, é importante procurar profissionais capacitados para elaborar o projeto além de boas empresas para execução da obra, que pode levar de 1 a 2 anos.

 

 

 

 

*Carolina Pepitone é mestre em arquitetura e urbanismo pela UnB, professora e co – fundadora da Simmetria Arquitetura, email: carolinapepitone@gmail.com e telefone 61 98151-8208.

 

Paulo Melo

Paulo Melo

Paulo Melo é Jornalista, formado em Gestão Pública pela UCDB e em Gestão Empresarial e Controladoria na UNIPLAN, já cursou Ciência Política na UDF. Especialista em Marketing, editor chefe do portal Cidades & Condomínios, ex-coordenador geral do Movimento dos Comunicadores do Brasil - MCB e ex-presidente da Federação Nacional dos Comunicadores no Distrito Federal - FENACOM/DF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *