É hora de união, bom senso e ficar em casa


Não podemos transformar a nossa luta contra o Coronavírus em uma disputa política de quinta categoria. Não podemos ficar dando audiência e visibilidade nem para os EXTREMISTAS IDIOTAS DE ESQUERDA e nem para os EXTREMISTAS IDIOTAS DE DIREITA

Por Luciano Lima
É muito triste o papel que alguns setores da imprensa, classe política, sociedade organizada e internautas estão se prestando. Estão trabalhando contra o Brasil e contra a vida dos brasileiros.

Não temos o direito de transformar nossas diferenças políticas em uma guerra de desrespeito com todas as famílias, em todo o planeta, que estão sofrendo os efeitos devastadores do COVID-19 (Coronavírus). As pessoas que assim o fazem estão mostrando total indiferença com a vida humana. Devem sofrer o isolamento e o confinamento da indiferença. 

Nossa luta é contra um “inimigo” silencioso, covarde e oportunista que já tirou a vida de mais de 20 mil pessoas em todo o planeta. Nosso “inimigo” é um vírus que parou nações inteiras em todos os continentes e ainda não temos, em números reais, o tamanho do prejuízo social, humano e financeiro que esse desastre, com certeza, vai ocasionar.

Portanto, é hora de união. Precisamos da sobriedade, da serenidade, do espírito público, da Fé em Deus (ou naquilo que você acreditar), da responsabilidade, do equilíbrio e do respeito de todos. É hora de aproveitar essa crise para juntar os cacos de um país que extrapolou todos os limites do bom senso e não consegue se livrar do “Fla x Flu”.

Li em algum lugar (e juro que não me lembro onde) que “um homem é chamado de egoísta não por almejar seu próprio bem, mas por ser indiferente ao bem do seu próximo”. 

Eu faço parte do grupo de risco do COVID-19 por ser asmático. Fui um dos quatro casos de H1N1 no Distrito Federal, em 2009, e, recentemente, fui acometido pela Dengue. As duas doenças juntas mataram muitas vezes mais que o Coronavírus. Faço esse relato para que todos possam ter noção da importância da nossa união. É para mostrar também que os nossos desafios são muito maiores do que podemos imaginar.

Repito: Não é hora de nos dividirmos. Chegou o momento de deixar as diferenças de lado, juntarmos forças e mostrar que podemos transformar o Brasil e o mundo em lugar melhor para se viver. E mais: temos que nos preparar para darmos TODOS a nossa parcela de contribuição para que o nosso país não entre em crise. 

Tudo vai passar e essa crise pode ser um grande divisor de águas para toda humanidade. E não esqueça: FIQUE EM CASA! 

*Luciano Lima é historiador, jornalista e radialista.
Paulo Melo

Paulo Melo

Paulo Melo é Jornalista, formado em Gestão Pública pela UCDB e em Gestão Empresarial e Controladoria na UNIPLAN, já cursou Ciência Política na UDF. Especialista em Marketing, editor chefe do portal Cidades & Condomínios, ex-coordenador geral do Movimento dos Comunicadores do Brasil - MCB e ex-presidente da Federação Nacional dos Comunicadores no Distrito Federal - FENACOM/DF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *