Bate-papo com o advogado Rogério de Castro

Na 30° edição da série de entrevistas intitulada de BATE-PAPO COM ADVOGADO, conversamos com o Advogado, Perito Avaliador e Morador do Condomínio Quintas do Trevo em Brasília-DF, Rogério de Castro , veja abaixo as respostas desse competente síndico ao nosso portal

1-) Porque decidiu ser Advogado? 
Presto assessoria jurídica, mas minha atuação se confunde em muito com a do Síndico, tendo em vista que tenho o hábito de participar de todas as assembleias e reuniões na busca de soluções administrativas que facilitem a vida do condômino e impeçam problemas.

2-) Como conciliar suas atividades, mais a de Advogado
É muito corrido devido as diversas reuniões nos fins de semana ou no período noturno. Para isso, é necessário ter organização administrativa e contar com apoio de colaboradores competentes, tais como administrador (zelador), contabilidade, secretária e um síndico que seja proativo e capacitado.

3-) Como é ser Síndico? 
A função de síndico deve ser exercida por quem saiba dosar suas energias no trato com os condôminos e, ao mesmo tempo, tenha pulso firme nas horas necessárias para evitar que as pessoas não faltem com o respeito. O prazer de ser síndico está no fato de poder colaborar para uma boa convivência dos moradores em suas casas.

4-) Quando assumiu quais os problemas encontrados? 
Nos condomínios que assessoro, me deparo com diversos problemas ocasionados, muitas vezes, por mão administração, falta de organização, dificuldade na condução das assembleias, ocasionados por moradores que exercem oposição cega e impedem que o síndico atenda os anseios dos condôminos.

5-) O que representava o maior problema?
Falta de boa manutenção do condomínio e má gestão da carteira de devedores, dentre outras relacionadas ao tumulto nas assembleias que afastam os condôminos.


6-) Deixe uma mensagem de otimismo para os seus colegas Síndicos? 
Prezados Síndicos, durante o longo tempo em que assessoro condomínios, percebo que muitos síndicos, iniciam a sua função de forma otimista e, no decorrer do tempo acabam desanimando por força das dificuldades ocasionadas, principalmente pelos opositores. Nesse sentido, sugiro que os Senhores, antes de marcar qualquer assembleia, primeiramente, procure conversar com os moradores que querem ver o condomínio bem administrado, independentemente de ser da chapa que apoiou ou não, com objetivo de mostrar-lhe que é necessário que eles participem das assembleias de forma efetiva para que os itens da Pauta sejam aprovados. Depois de aprovados, procure manter contato com esses mesmos moradores para prestar-lhes contas informalmente. Dessa forma, todos perceberão seus esforços e passaram a apoia-lo.

Portal Cidades e Condomínios por Jornalista Paulo Melo 61 98225-4660 Sugestão de pauta: cidadesecondominios@gmail.com #Cidades #Condomínio #PauloMeloJornalista #CidadeseCondomínios