Na próxima semana, nos dias 21 e 22, o Distrito Federal recebe o 18° Encontro Brasileiro de Síndicos e Síndicos Profissionais - Enbrassp, promovido pela Abrassp, Abrassp Mulher, SindiCONDOMÍNIO-DF e Síndicos de Águas Claras, no auditório do campus do IFB de Samambaia, na boca da mata. O encontro contará com cerca de 15 estandes de empresas, além de rodada de palestras de qualificação para os síndicos, subsíndicos, conselheiros e administradores de condomínios. A expectativa é de receber mais de duzentos participantes durante o evento

O edital lançado pelo Governo do Distrito Federal visando à apresentação de estudos, pela iniciativa privada, para a gestão, manutenção e ampliação do Metrô-DF foi tratado pelos deputados distritais de oposição, na sessão ordinária desta quarta-feira (8), como "um caminho para a privatização da empresa estatal" e provocou um intenso debate

Felix mostrou áudio de campanha em que Ibaneis nega privatizar o Metrô

O edital lançado pelo Governo do Distrito Federal visando à apresentação de estudos, pela iniciativa privada, para a gestão, manutenção e ampliação do Metrô-DF foi tratado pelos deputados distritais de oposição, na sessão ordinária desta quarta-feira (8), como "um caminho para a privatização da empresa estatal" e provocou um intenso debate

A cidade de Samambaia no Distrito Federal, receberá a 18° edição do Encontro Brasileiro de Síndicos e Síndicos Profissionais - Enbrassp. O evento é gratuito e contará com a presença de palestrantes de renome nacional, certificado e coffee break. O Enbrassp é uma realização da Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais - Abrassp

Visando o desenvolvimento humano de forma inteligente e buscando alavancar o crescimento econômico, tecnológico e biotecnológico do Distrito Federal, o parlamentar Daniel Donizet (PSDB) protocolou um requerimento para a criação da Frente Parlamentar em apoio a implementação do Parque Tecnológico de Brasília – BIOTIC (Biotecnologia, Tecnologia de informação, Comunicação e Instituições de Pesquisas)

Significado de expressões usadas no dia-a-dia. Saiba o que significam os termos usados no condomínio


Para quem está acostumado a administrar um condomínio,termos como botoeira, presidente de mesa, quadro de comando e recalque podem ser bastante corriqueiros. Porém, para um síndico que acabou de chegar a função, podem gerar dúvidas.

Por isso, elencamos abaixo uma série de expressões e siglas para facilitar a gestão não apenas dos recém-chegados, mas de todos que sabem da importância de se manter bem informados na hora de tomar qualquer decisão referente à vida em condomínio.

Números
1a. convocação: Para aprovar algo no primeiro horário, o síndico necessita da presença de mais de 50% das unidades.
2a. convocação: Para deliberação, maioria dos votos dos presentes, salvo se for necessário um quórum específico.
2/3 do todo: Refere-se a dois terços de todas as unidades, levando em conta as frações ideais, caso se aplique. É um quórum aplicado para aprovação de obras voluptuárias e alteração da convenção.

A
AABIC - Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo.
ABADI - Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis.
ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais.
Adicional por acúmulo de função - Diz respeito à remuneração de empregados que acumulam mais de uma função no trabalho. Desde que devidamente autorizado pelo empregador, o empregado que vier a exercer cumulativa e habitualmente outra função terá direito ao percentual de adicional correspondente a 20% (vinte por cento) do respectivo salário contratual, no mínimo. 
Adicional de insalubridade - Diz respeito à remuneração de trabalhadores cujas atividades podem gerar risco ou doença. Os empregados cujas atividades são desenvolvidas em condições de insalubridade, farão jus ao percentual do respectivo adicional nos termos da Lei. 
Algicida - Produto utilizado para combater a ação de algas nas piscinas. 
Assembleia geral ordinária - AGO - Ocorre uma vez por ano, obrigatoriamente, segundo o novo Código Civil. Normalmente, é usada para prestação de contas, aprovação da previsão orçamentária e eleição de síndico. 
Assembleia geral extraordinária - AGE - Podem ser convocadas pelo síndico ou por um quarto dos condôminos, geralmente para tratar de assuntos não discutidos na última assembleia ordinária ou de urgência. 
Auto-gestão - Sistema de gestão no qual o síndico ou os condôminos ficam a cargo da administração, abrindo mão da contratação de uma empresa ou profissional para gerir o condomínio

B
Biênio - Adicional por tempo de serviço, conferido pelas Convenções Coletivas de Trabalho dos funcionários de condomínios, em algumas regiões. 
Barrilete - Equipamento do qual partem as colunas de abastecimento de água fria de um condomínio. O barrilete situa-se abaixo do reservatório d’água superior e acima do forro
Botoeira - Display onde estão os botões do elevador. Alguns elevadores possuem senha na botoeira, com códigos independentes para cada andar, como parte de um equipamento de segurança. 
CAGED - Cadastro Geral de Empregados. Documento que lista admissões e desligamentos ocorridos em um mês.
Caixa de gordura - Equipamento que separa a gordura da água a fim de evitar entupimentos.
Câmaras de Arbitragem - Alternativa jurídica para solucionamento rápido e econômico de intrigas, dívidas, sorteio de vagas, animais, etc. em condomínios. 
CEI/ CNPJ - CEI (Cadastro Específico do INSS). CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica)
Cloro livre - Medida da eficácia de sanitização do cloro em uma piscina. 
CLT - Consolidação das Leis do Trabalho.
Conservação/manutenção - Geralmente, contratos de conservação incluem apenas o custo da mão-de-obra, e os de manutenção incorporam a este custo também o de algumas peças. Termos muito usados para elevadores. 
Convenção Coletiva - As Convenções Coletivas de Trabalho são firmadas entre os sindicatos de empregados e de empregadores para complementar a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). São firmadas por categoria (funcionários de condomínios, administradoras) e região de abrangência dos sindicatos envolvidos. 
Convenção condominial - Documento que regulamenta as relações entre os condôminos, seus direitos e deveres. 
Conta pool - Conta bancária em nome da administradora que contém o dinheiro de todos os condomínios clientes, ou vários deles. 
Conta vinculada - Conta em que, diferentemente da pool, está apenas o dinheiro de um condomínio. 

C
Certificação digital - Obrigatória para todos os condomínios, é uma credencial que identifica, via internet, uma entidade, seja ela empresa, pessoa física, máquina, aplicação ou site. Ela serve como um documento eletrônico, que permite ao usuário se comunicar e efetuar transações na web de forma mais rápida, sigilosa e com validade jurídica
Condômino - É o dono do imóvel, mesmo se não morar na unidade. Considera-se também condômino o promitente comprador. 
Co-gestão - Contrato de administradora em que esta fica incumbida de cuidar apenas de questões burocráticas relativas ao condomínio. 

D
DARF - Documento de Arrecadação Federal.
DIRF - Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte. Não deve ser confundida com o Imposto de Renda. Nela, o condomínio deve declarar seus pagamentos por meio de referências exigidas das notas fiscais, como CNPJ da empresa, número da nota, valor e código. 
Defeitos de construção - Falhas que podem afetar a saúde e segurança do condômino. 
Despesas ordinárias - Despesas que se referem a gastos rotineiros de manutenção do condomínio, além de salários e encargos. 
Despesas extraordinárias - Despesas que não se referem a gastos rotineiros de manutenção do condomínio. 

F
Fenda - Abertura em forma de linha com espessura superior a 1,5 mm na estrutura do edifício. 
Fissuras - Abertura em forma de linha de até 0,5 mm de espessura na estrutura do edifício. Fração ideal - maneira de divisão de despesas em que cada unidade contribui proporcionalmente, de acordo com a convenção do condomínio. 
Fundo de reserva - Verba extraordinária do condomínio destinada a gastos imprevistos, de emergência. 
Fundo de obras - Verba extraordinária destinada à realização de obras do condomínio. 

G
GFIP - Guia de recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social. 
Habite-se - Autorização emitida pela prefeitura para que um imóvel possa ser ocupado. 
Hora noturna - Salvo casos de revezamento semanal ou quinzenal, o trabalho noturno tem remuneração superior à do diurno. Uma hora noturna é computada como 52 minutos e 30 segundos. 

I
Isenção do síndico - Forma de remunerar o síndico do condomínio pela função exercida. Em muitos condomínios ele fica isento de pagar a taxa condominial. 
Inquilino ou Locatário - É a pessoa que paga mensalmente um aluguel para o dono do imóvel para ocupá-lo. 
INSS do síndico - A Previdência Social classifica o síndico como um contribuinte individual quando este é remunerado ou isento da taxa condominial. 

J
Juizado Especial Cível - instância da Justiça que acolhe pequenas causas. 

M
Maioria absoluta ou maioria do todo: Leva-se em consideração a totalidade do condomínio, ou seja todos os condôminos. Necessária para aprovação de obras úteis, que aumentam ou facilitam o uso da coisa, como reforma de guarita ou individualização de hidrômetros, por exemplo
Maioria simples ou maioria dos presentes: Corresponde a 50% mais um dos presentes em assembleia. Esse quórum elege ou destitui síndico, e aprova orçamento e contas.
Maioria qualificada: Depende de cada convenção e tem diferentes quóruns específicos para realização de obras. Para aprovar uma obra voluptuária, por exemplo, são necessários dois terços de todas as unidades.
Minuteria - Equipamento dotado de sensor que permite manter temporariamente acesas as lâmpadas, gerando economia de energia. 

O
Obras necessárias: As que conservam a coisa ou impedem sua deterioração*. Exemplo: pintura ou limpeza da fachada (mantendo-se a mesma cor e padrão) e obras como impermeabilização de um local com vazamento (Quórum necessário: maioria dos presentes)
Obras úteis: As que aumentam ou facilitam o uso da coisa*. Exemplo: reforma da guarita e Individualização dos hidrômetros. (Quórum necessário: maioria do todo
Obras voluptuárias: As que não aumentam o uso habitual da coisa, constituindo simples deleite ou recreio*. Exemplo: construção de piscina. (Quórum necessário: 2/3 do todo)

P
PCMSO/PPRA - PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional); PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais). 
Presidente da mesa - Escolhido no início da assembleia do condomínio para conduzir a reunião. 
Prestação de contas e Previsão orçamentária - De acordo com o Código Civil, devem ser feitas e aprovadas anualmente em assembleia, o que, na maioria dos condomínios, costuma acontecer no início do ano. 
Prumada - Coluna do encanamento que serve a todos os andares. Também chamada de coluna vertical. 
pH - Sigla de "potencial hidrogeniônico", é a medida da alcalinidade ou acidez da água. 

Q
Quadro de comando - Parte do equipamento do elevador, que coordena as paradas e chamadas. 
Quórum - Número mínimo de votos necessários para aprovações.
Quórum qualificado: Quando há porcentagem específica para votar certo tema. Para conseguir alterar, por exemplo, a destinação do condomínio, é necessária a aprovação de todos, ou seja, 100% dos condôminos.
Quórum livre: Quando não há especificação sobre o quórum. Ou seja, a maioria simples decide o que está sendo votado. 

R
RAIS - Relação Anual de Informações Sociais. O objetivo da RAIS é recolher dados sobre as atividades trabalhistas e controlá-las. Por isso, sua declaração é feita com base nos funcionários e prestadores de serviços do condomínio. 
Rede horizontal/ vertical - São redes de encanamento de um edifício. A vertical conduz a água e o esgoto da rua aos andares. Já a horizontal liga as colunas do edifício às unidades. 
Rachadura - Abertura de 1 a 1,5 mm na estrutura do edifício.
Recalque - Bomba que leva a água da caixa inferior ao reservatório superior do edifício.
Regimento interno - É um conjunto de regras para a vida em condomínio, mas de caráter mais cotidiano. Antigamente era denominado “Regulamento Interno” 
Redução/reintegração - Termos relativos aos valores de apólices de seguros após indenização. 
Remuneração do síndico - Forma de gratificar o síndico do condomínio pela função exercida. Em muitos condomínios ele fica isento de pagar a taxa condominial. 
Responsabilidade civil - Princípio legal segundo o qual uma pessoa que tem seu direito ferido merece o ressarcimento patrimonial por parte de quem o feriu. 
Retrofit - Pequenas reformas que visam valorizar e aumentar a vida útil de edificações antigas. 

S
SECOVI - Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais de São Paulo.
Secretário da mesa - Convocado pelo presidente da assembleia do condomínio, é o secretário quem redige a ata da reunião. 
SINDIFICIOS - Sindicato dos Empregados de Edifícios e Condomínios Residenciais, Comerciais de São Paulo.

T
Trinca - Abertura de 0,5 mm a 1 mm de espessura na estrutura do edifício. 

U
Unanimidade dos condôminos: Todos os condôminos.

V
Vícios de construção - Falhas que tornam o imóvel impróprio para o uso, ou lhe diminuem o valor. 
Viga - Parte da estrutura de um edifício.
Votação mínima - Número mínimo de votos necessários para decidir sobre a aprovação de gastos e outras questões relativas ao condomínio. 



Portal Cidades e Condomínios por Jornalista Paulo Melo 61 98225-4660 Sugestão de pauta: cidadesecondominios@gmail.com #Cidades #Condomínio #PauloMeloJornalista #CidadeseCondomínios

Pelo buraco, que se abriu na área externa do imóvel, é possível ver a tubulação da rede pluvial. Famílias tiveram de sair às pressas e passaram a noite na casa de vizinhos. Há a possibilidade de novas interdições

Defesa Civil interdita 3 casas por causa de erosão subterrânea em condomínio

Engenheiros, arquitetos e especialistas da área da engenharia falarão sobre inspeção predial, plano de manutenção predial, gerenciamento e fiscalização de obras, licenciamento e regularizações de obras perante os órgãos públicos, para síndicos, subsíndicos, conselheiros, funcionários e moradores de condomínios, no 4° Workshop organizado pela ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais, agora com o tema Engenharia Condominial














Modernizando edifícios: 20 dicas
*Por Marcelo Sicoli
À medida que as edificações envelhecem, surge a necessidade de obras. Algumas estruturais e funcionais, outras com caráter mais estético. Um piso, uma cobertura ou uma fachada que ainda tenham boa usabilidade são trocados visando modernização arquitetônica, acessibilidade, segurança, adequação a legislações ou mesmo valorização do patrimônio.
O nobre e novo bairro do Setor Sudoeste, em Brasília, tem prédios ainda sendo entregues, e outros que já estão para completar 25 anos de idade. Nota-se que diversos prédios residenciais já passaram por uma revitalização (retrofit) em suas fachadas, portarias, pilotis, salão de festas e áreas comuns. Os prédios que ainda não passaram destoam no horizonte.
Ao mesmo tempo em que muitos veem como positivos esses necessários avanços, uma minoria vê apenas o lado negativo das intervenções: as taxas extras e os transtornos associados à rotina de obras, como sujeira, entulho, barulho e circulação de operários.
No prédio que administro, ao completar 12 anos de sua construção em 2015, vimos a necessidade de contratar empresa de arquitetura para propor uma nova solução técnica para a cobertura do pátio central e revitalização do prédio como um todo. Em agosto de 2016, um lindo projeto de arquitetura definiu cinco etapas a serem concluídas em 10 anos.
No primeiro semestre de 2017, a primeira etapa foi implementada. Removeu-se toda cobertura de policarbonato e suas vigas de sustentação do pátio central, e instalou-se estrutura de lona tensionada. Além de proporcionar uma melhor proteção contra chuva, poeira e sol, passou-se a ter um ambiente mais bonito e moderno, com melhor iluminação natural, temperaturas mais agradáveis, melhor circulação de ar e acústica superior. Mais de 7 toneladas de metal foram encaminhadas para reciclagem. Além disso, os recortes da lona, ao invés de serem incinerados, foram entregues a uma cooperativa de artesãos do DF contratada para confecção de bolsas promocionais do edifício.
Os resultados dessa empreitada geraram prêmios nacionais e internacionais. Ademais, o conjunto do trabalho dos últimos anos mereceu destaque em publicações importantes como no portal Sindiconet (09/2017) ,na Revista Infra (05/18), no site Galeria da Arquitetura(09/18) etc.
Finalmente, com base em minha experiência em administração de condomínios e visão de mercado, listo  20 dicas para a execução de obras em condomínios:

1)       Não opte pela empresa mais barata, mas sim pela que possui maior solidez financeira, experiência e compromisso de longo prazo. Os orçamentos são muito importantes para balizar as decisões, mas o síndico não tem obrigação de contratar o preço mais baixo. Pague o preço justo mas não economize, evitando assim transtornos futuros.
2)       Monte um conselho de obras para compartilhar as decisões e visões.
3)       Verifique o histórico da prestadora de serviço em si e também de seus dirigentes. Há empresas que em tese já prestaram serviços para grandes clientes, mas possuem diversos CNPJs, são alvos de pesadas ações na justiça e que são registradas em nome de terceiros que às vezes, sequer participam das decisões ou execução das obras.
4)       Ligue para os clientes anteriores dos construtores selecionados. Visite as obras e serviços supostamente executados para comprovar sua veracidade e qualidade.
5)       Contrate ou exija seguro específico para as obras; são muito baratos frente ao total do investimento.
6)       Pense nas pessoas mais pobres. Muitos itens como vasos sanitários, recortes de piso, vidros e armários são descartados em contêineres de entulho, apesar de estarem em boas condições de uso. Há muitas entidades que recebem doações deste tipo de material.
7)       Pense na sustentabilidade do planeta. O tema de reciclagem de resíduos de construção está cada vez mais presente no Brasil e no mundo. Em nosso prédio, vários itens em uso (vidros,vasos, quadros de aviso, obras de arte etc) são oriundos de contêineres de entulho do bairro.
8)       Importante reforçar a máxima: o incômodo é temporário e os benefícios permanentes.
9)       Implemente barreiras físicas quando necessário para bloquear o trânsito de apressados ou rebeldes. Em obras em andamento, já vi pessoas invadindo áreas isoladas e de risco, apesar de avisos e sinalizações
10)   Pense no legado que está sendo deixado para o condomínio e durma realizado como ser humano. O reconhecimento do público pode não ser o esperado. Por vezes, ignoram o trabalho, tempo e riscos envolvidos. No entanto, é necessário manter o idealismo vivo.
11)    A fila dos que reclamam e criticam pode ser grande e dos que ajudam pequena. Assim, uma atitude de frieza e indiferença das pessoas deve ser interpretada como um sinal positivo. Ela significa que as atividades estão transcorrendo bem e sem impactar de forma negativa a rotina da edificação.
12)    Fotografe e filme o “antes”, o “durante” e o “depois” da obra. Os mais empolgados podem até produzir um pequeno documentário sobre a obra.
13)    Contrate arquitetos, designers de interiores, engenheiros e mesmo advogados para orientação. As ideias deles provavelmente são melhores que as suas.
14)    A forma com que tratamos o lixo atualmente é diferente e sua quantidade produzida vai muito além do que era no passado. Dessa forma, novas obras devem levar em conta esse fato. Algumas edificações podem prever também local para alocação de contêineres de entulho de obras. 
15)    O uso de bicicletas e patinetes nas grandes cidades só aumenta. A criação ou adaptação de local para estacioná-los, seja em prédios comerciais ou residenciais, é muito importante.
16)    O reuso de água é uma tendência forte, seja pelo lado financeiro, ambiental ou mesmo em razão da redução de disponibilidade dos recursos hídricos.
17)    A instalação de placas de captação solar para geração de energia está cada vez mais difundida e acessível.
18)    Carros elétricos passam aos poucos a serem usados no Brasil. Novos prédios ou aqueles passando por expressiva modificação devem prever local para recarga desses veículos. 
19)    Para edificações maiores, às vezes contrata-se uma empresa para executar a obra e outra para fiscalizá-la visando a imparcialidade.
20)    Participe de cursos e visitas técnicas. Veja outros prédios que tem trajetória de sucesso. De forma geral, os administradores prediais estão de coração aberto para compartilhar suas glórias e experiências.

Precisando de indicações, me procure.

*Síndico do Centro Clínico Sudoeste (Brasília-DF),  premiado nacionalmente e internacionalmente. Consultor internacional e corretor de imóveis (Creci-DF 20576). E-mail: sindicoccs@outlook.com Whatsapp: (61)98250-8656

Tags: síndico, condomínio, administração predial, administração de condomínios, assembleia, condomínios, condominial, gestão predial, chame o síndico, obras, gestão de obras, construção, construção civil, Brasília, Sudoeste, Distrito Federal



Tecnologia do Blogger.