O CDDF é um instrumento de participação social que integrará todas as regiões do DF com a finalidade de gerar desenvolvimento, ligando os eixos norte, sul, oeste e centro, para contribuir com programas, projetos e ações do governo federal e distrital, bem como para os municípios da nova região metropolitana

Com a ampliação do acesso ao Lago Paranoá, tornou-se importante definir os espaços corretos para utilização de cada usuário, para evitar principalmente acidentes entre banhistas e veículos motorizados.

Governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg assinou decreto, na manhã desta quarta (26), que estabelece o zoneamento de usos do espelho d’água. Foto: Tony Winston.

Iniciativa teve início em março deste ano e visa substituir modelos de vapor de sódio pelos de LED, que são mais econômicos, como na Ligação Torto-Colorado (foto)

Até o fim de 2018, 14.214 luminárias de LED (diodo emissor de luz, em português) estarão instaladas em áreas públicas do Distrito Federal. A troca de lâmpadas convencionais pelo modelo mais econômico faz parte do programa Ilumina Mais Brasília, iniciado em março deste ano.
Até o fim de 2018, 14.214 luminárias de LED estarão instaladas em áreas públicas do Distrito Federal. A troca de lâmpadas convencionais pelo modelo mais econômico faz parte do programa Ilumina Mais Brasília, iniciado em março deste ano. Foto: Andre Borges.


Ilumina Mais Brasília somará mais de 14 mil lâmpadas trocadas em 2018



Iniciativa teve início em março deste ano e visa substituir modelos de vapor de sódio pelos de LED, que são mais econômicos, como na Ligação Torto-Colorado (foto)
VINÍCIUS BRANDÃO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA



Até o fim de 2018, 14.214 luminárias de LED (diodo emissor de luz, em português) estarão instaladas em áreas públicas do Distrito Federal. A troca de lâmpadas convencionais pelo modelo mais econômico faz parte do programa Ilumina Mais Brasília, iniciado em março deste ano.Até o fim de 2018, 14.214 luminárias de LED estarão instaladas em áreas públicas do Distrito Federal. A troca de lâmpadas convencionais pelo modelo mais econômico faz parte do programa Ilumina Mais Brasília, iniciado em março deste ano. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Com as substituições, há economia de até 60%, e a vida útil é ampliada para 60 mil horas (cerca de 12 anos), o dobro das lâmpadas antigas, que são do tipo vapor de sódio. Além disso, o LED acende instantaneamente, enquanto o modelo anterior leva até 15 minutos.

Na primeira etapa, o Ilumina Mais Brasília representou economia de 39,96% para o governo do DF. O consumo era de R$ 5.179.052,76 e diminuiu para R$ 3.109.488,81.

Executado pela Companhia Energética de Brasília (CEB), o programa é uma iniciativa da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos.
Mais de R$ 35 milhões investidos

Em 2018, o programa teve duas etapas. A primeira com investimento de R$ 29.309.313,17 e instalação de 8.342 luminárias. Nessa fase, 110 quilômetros de vias foram iluminadas e 11 regiões administrativas, contempladas.
R$ 35.056.458,66Valor investido no Ilumina Mais Brasília em 2018

Entre os locais que receberam a nova tecnologia estão os Eixos Rodoviários Norte e Sul, o Buraco do Tatu e os Pistões Norte e Sul de Taguatinga.

Na etapa atual, até novembro deste ano, 3.411 lâmpadas foram substituídas. A previsão é que outras 2.461 sejam trocadas ainda em dezembro. O investimento soma R$ 5.747.145,49.

Até o fim de 2018, os locais que receberão as lâmpadas de LED são:
Vila Planalto
Estação Arniqueiras, em Águas Claras
Vias principais da Candangolândia
Balão do Bombeiro até o viaduto da BR-060, em Samambaia
Via do hospital até a Companhia de Saneamento Básico do Distrito Federal (Caesb), em Ceilândia
Tesourinhas de acesso à Avenida Elmo Serejo pela Samdu, em Taguatinga
Ilumina Mais Brasília aumenta a segurança

A troca por iluminação de melhor qualidade contribui para a segurança pública e para a qualidade de vida da população.

A estimativa é que 2 milhões de pessoas sejam beneficiadas pela medida. Segundo a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad) de 2015, o DF tem 2.906.574 de habitantes.


LEIA TAMBÉM





Os critérios que estabelecem as prioridades para mudança das lâmpadas são:
locais indicados pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social
lugares onde a rede está depreciada
áreas comerciais, praças e pontos turísticos
principais vias públicas do DF

O Ilumina Mais Brasília foi instituído após medida bem-sucedida de revitalização do Setor Comercial Sul, com a instalação de lâmpadas de maior eficiência energética.

O Parque dos Pioneiros Cláudio Sant’Anna (Deck Sul) e o Eixo Monumental também receberam novos equipamentos e respaldaram a decisão de seguir com a modernização de toda a rede elétrica.




Portal Cidades e Condomínios por Jornalista Paulo Melo 61 98225-4660 Sugestão de pauta: cidadesecondominios@gmail.com #Cidades #Condomínio #PauloMeloJornalista #CidadeseCondomínios

Ilumina Mais Brasília somará mais de 14 mil lâmpadas trocadas em 2018

Iniciativa teve início em março deste ano e visa substituir modelos de vapor de sódio pelos de LED, que são mais econômicos, como na Ligação Torto-Colorado (foto)

Até o fim de 2018, 14.214 luminárias de LED (diodo emissor de luz, em português) estarão instaladas em áreas públicas do Distrito Federal. A troca de lâmpadas convencionais pelo modelo mais econômico faz parte do programa Ilumina Mais Brasília, iniciado em março deste ano.
Até o fim de 2018, 14.214 luminárias de LED (diodo emissor de luz, em português) estarão instaladas em áreas públicas do Distrito Federal. A troca de lâmpadas convencionais pelo modelo mais econômico faz parte do programa Ilumina Mais Brasília, iniciado em março deste ano.
Até o fim de 2018, 14.214 luminárias de LED estarão instaladas em áreas públicas do Distrito Federal. A troca de lâmpadas convencionais pelo modelo mais econômico faz parte do programa Ilumina Mais Brasília, iniciado em março deste ano. Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Com as substituições, há economia de até 60%, e a vida útil é ampliada para 60 mil horas (cerca de 12 anos), o dobro das lâmpadas antigas, que são do tipo vapor de sódio. Além disso, o LED acende instantaneamente, enquanto o modelo anterior leva até 15 minutos.
Na primeira etapa, o Ilumina Mais Brasília representou economia de 39,96% para o governo do DF. O consumo era de R$ 5.179.052,76 e diminuiu para R$ 3.109.488,81.
Executado pela Companhia Energética de Brasília (CEB), o programa é uma iniciativa da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos.

Mais de R$ 35 milhões investidos

Em 2018, o programa teve duas etapas. A primeira com investimento de R$ 29.309.313,17 e instalação de 8.342 luminárias. Nessa fase, 110 quilômetros de vias foram iluminadas e 11 regiões administrativas, contempladas.
R$ 35.056.458,66Valor investido no Ilumina Mais Brasília em 2018
Entre os locais que receberam a nova tecnologia estão os Eixos Rodoviários Norte e Sul, o Buraco do Tatu e os Pistões Norte e Sul de Taguatinga.
Na etapa atual, até novembro deste ano, 3.411 lâmpadas foram substituídas. A previsão é que outras 2.461 sejam trocadas ainda em dezembro. O investimento soma R$ 5.747.145,49.
Até o fim de 2018, os locais que receberão as lâmpadas de LED são:
  • Vila Planalto
  • Estação Arniqueiras, em Águas Claras
  • Vias principais da Candangolândia
  • Balão do Bombeiro até o viaduto da BR-060, em Samambaia
  • Via do hospital até a Companhia de Saneamento Básico do Distrito Federal (Caesb), em Ceilândia
  • Tesourinhas de acesso à Avenida Elmo Serejo pela Samdu, em Taguatinga

Ilumina Mais Brasília aumenta a segurança

A troca por iluminação de melhor qualidade contribui para a segurança pública e para a qualidade de vida da população.
A estimativa é que 2 milhões de pessoas sejam beneficiadas pela medida. Segundo a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad) de 2015, o DF tem 2.906.574 de habitantes.
Os critérios que estabelecem as prioridades para mudança das lâmpadas são:
  • locais indicados pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social
  • lugares onde a rede está depreciada
  • áreas comerciais, praças e pontos turísticos
  • principais vias públicas do DF
O Ilumina Mais Brasília foi instituído após medida bem-sucedida de revitalização do Setor Comercial Sul, com a instalação de lâmpadas de maior eficiência energética.
O Parque dos Pioneiros Cláudio Sant’Anna (Deck Sul) e o Eixo Monumental também receberam novos equipamentos e respaldaram a decisão de seguir com a modernização de toda a rede elétrica.

Portal Cidades e Condomínios por Jornalista Paulo Melo 61 98225-4660 Sugestão de pauta: cidadesecondominios@gmail.com #Cidades #Condomínio #PauloMeloJornalista #CidadeseCondomínios

O presidente do Conselho Federal de Administração (CFA), Wagner Siqueira, se reuniu com o presidente nacional e a secretária nacional de Educação e Qualificação da Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais (Abrassp), Paulo Melo e Landejaine Maccori, respectivamente. No encontro, eles discutiram a regulamentação da profissão de síndico

O dia 17 de dezembro é dia de celebrar as conquistas de 2018 e mostrar o que queremos para 2019 no mercado condominial. É o melhor lugar para isso é junto com todo mundo que participa da construção do mercado condominial, com a participação de trabalhadores de condomínios, condôminos, conselheiros, subsíndicos, síndicos e prestadores de serviço para condomínios. Durante o evento haverá ainda o lançamento da 4º edição da cartilha Tudo Síndico e o amigo da onça condominial

Em coletiva nesta quarta (12), Rollemberg defendeu que medida é salto civilizatório para o ordenamento territorial do DF. Vetos à proposta, aprovada pela Câmara Legislativa, dependerão de análise técnica e jurídica

A Lei de Uso e Ocupação do Solo (Luos) será sancionada pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg. O chefe do Executivo local informou em coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (12), no Palácio do Buriti, que não haverá modificações estruturais da proposta. Foto: Dênio Simões.

Uma das necessidades dos moradores de Vicente Pires é a construção de uma creche pública na cidade. Conhecendo esta realidade, o deputado Delmasso solicitou à Secretaria de Educação, através do ofício nº 340/2018, a construção de uma creche com capacidade de atender 150 alunos na localidade

A edificação é fundamental para mais qualidade de vida para as famílias

As oportunidades são para os moradores, conselheiros, subsíndicos e síndicos de condomínios do Guará e região e fazem parte do projeto QualiSíndicos da Abrassp, com inscrições até 09 de dezembro. São 80 vagas, em curso gratuito, com certificado e coffee break. o curso é uma realização da Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais - (Abrassp) e Sindicato dos Condomínios Comerciais e Residenciais do Distrito Federal - (SindiCONDOMÍNIO-DF)



Tecnologia do Blogger.