Bate-papo com o síndico Diego Bertolino Santos

Na 21° edição da série de entrevistas intitulada de BATE-PAPO COM SINDICO, conversamos com o Analista de Desenvolvimento de Sistemas, pós-graduado em em Redes e Gestão Condominial, com qualificações em Contabilidade Condominial, Direito Condominial, Engenharia e Responsabilidade Civil para Condomínios e Síndico do Condomínio Conjunto Residencial 05, Condomínio Parque Clube, Diego Bertolino Santos, veja abaixo as respostas desse competente síndico ao nosso portal


1-) Porque decidiu ser Síndico?

Bom, acho que não fui eu quem escolhi, mas a função quem me escolheu. Não havia nenhuma pretensão, pois estávamos todos reunidos para recebimento das chaves de um empreendimento novo, e na assembleia que instituiu toda a Administração do condomínio poucos se colocaram à disposição, e vendo a necessidade de tentar melhorar algumas questões de segurança, então decidi naquele momento de encarar o desafio e hoje estou a 6 anos na função.

2-) Como conciliar suas atividades, mais a de Síndico?
O Tempo realmente é algo desafiador, é necessário uma organização e dedicação, e em muitos momentos é preciso sim, optar por quais compromissos teremos que aceitar, obviamente precisa antes de todo um planejamento e um estudo para sabermos se realmente poderemos honrar com todos os compromissos. 
Porém com seriedade é possível conciliar o tempo atuando como Sindico e com sua atividade do dia-a-dia 

3-) Como é ser Síndico?
É desafiador, pois exige um alto conhecimento em diversas áreas, um estudo constante, digo que o primordial é a Honestidade porém é necessário ter Feeling, pois estamos tratando de uma empresa, e sem conhecimento legal, podemos levá-la a falência...

4-) Quando assumiu quais os problemas encontrados?
Hoje a implementação de um condomínio é a parte predominante, para evitar problemas futuros, os problemas são diversos, desde a falta de material adequada, mão de obra precária, profissionais mal preparados, empresas sonegadores de impostos, inadimplência, alinhar qualidade com menor preço, mas o principal são os problemas de estruturas pois esse são os mais caros para refazer e concertar.

5-) O que representava o maior problema?
Problema estrutural, estes tem os seus maiores prejuízos e custos dentro de um condomínio, pois elevam os riscos das estruturas, trazendo um prejuízo muitas vezes em efeito dominó. Na minha visão sempre são os estruturais de mais gravidade.

6-) Deixe uma mensagem de otimismo para os seus colegas Síndicos?
Honestidade, compromisso e seriedade, são fatores que o levaram ao sucesso independente da sua área de atuação, a transparência e a verdade jamais alguém arrancará de você.

Portal Cidades e Condomínios por Jornalista Paulo Melo 61 98225-4660 Sugestão de pauta: cidadesecondominios@gmail.com #Cidades #Condomínio #PauloMeloJornalista #CidadeseCondomínios