Artigo: A Copa do Mundo nos Condomínios


Rodrigo Karpat 

Junho chegou e estamos em plena Copa do Mundo, um dos maiores eventos mundiais e que, se em outros países tudo para acompanhar os jogos, no Brasil não é diferente e isso se intensifica ainda mais

Para se ter uma ideia, a partida final da copa de 2014 entre Argentina e Alemanha foi vista por mais de 700 milhões de pessoas, ou seja, 1 em cada 10 pessoas da população da Terra estavam assistindo o jogo. 

Porém enquanto todo mundo está se divertindo e acompanhando os jogos da seleção, muitas vezes o condomínio pode ficar desguarnecido pois, inclusive os funcionários do condomínio vão querer dar uma “escapadinha”, seja através de TV, rádio ou celular para acompanhar os jogos. E é nessa hora que assaltos podem ocorrer! Além dos assaltos alguns condomínios enfrentam problemas com algazarras e festas exageradas. 

A principal causa para os assaltos ocorre principalmente pela inexistência ou descumprimento de procedimentos de segurança, tanto por parte dos funcionários do condomínio como também por parte dos moradores. E, se isso já ocorre nos dias comuns, imagina como esse problema se intensifica num período como o da Copa do Mundo. 

Como apontado acima, nesse período os funcionários estão menos atentos as normas do condomínio, por estarem acompanhando os jogos e, além do mais, é muito frequente os condôminos fazerem eventos, tanto nas áreas comuns quanto em suas próprias unidades, para assistir e torcer nos jogos e esses eventos atraem visitantes, entregadores, etc. e isso pode trazer problemas em termos de segurança para o condomínio como um todo. 

Por isso, é importante a gestão ficar atenta, principalmente com os funcionários e com os procedimentos de segurança do condomínio. Nos dias de jogos, caso haja evento para acompanhar as partidas, as áreas comuns do prédio serão muito demandadas e será preciso bastante organização para que o momento de diversão não vire dor de cabeça. Além do mais é importante limitar o número de visitantes nas reuniões, conforme convenção de cada prédio, além de deixar claro alertas com o consumo de bebidas e ruídos excessivos. 

Outra dica importante é a gestão do condomínio cobrar do condômino que está organizando o evento que o mesmo disponibilize para a portaria uma lista com o nome de todos aqueles que irão participar do evento. Isso ajuda a gestão a controlar quem está na festa, assim como o próprio condômino que, dessa forma, foge do chamado “penetra”. Lembrado que o condomínio não se presta para eventos cobrados e com divulgação em redes sociais atraindo estranhos. 

Em relação a festas nas unidades, assim como nos eventos nas áreas comuns, é importante que o condômino fique atento as normas do condomínio, para não extrapolar em termos de barulho, abuso de bebidas, etc. como, principalmente, ficar atento com as normas de segurança do condomínio. Por exemplo: quando você faz um evento, dado o grande número de visitantes, muitas vezes o condômino acaba não prestando a devida atenção ao que é informado pelo porteiro pelo interfone. Por isso, é importante ouvir com atenção o que o porteiro está informando para que você não libere a entrada para alguém que nem convidado é. 

A colocação de bandeiras e cartazes em áreas comuns e janelas, não obstante em tempos normais possa ser considerado alteração de fachada, em tempo de copa fica tolerado, mas devem ser recolhidos logo após o final da festividade. 

Dessa forma, algumas vezes, coisas simples podem resolver muito dos problemas. Não estrague a sua festa e a dos outros. Na hora de torcer é importante que gestão, funcionários e condôminos estejam preparados para torcer com tranquilidade e, principalmente, com segurança! 

*Dr. Rodrigo Karpat, advogado militante na área cível há mais de 10 anos, é presidente da seccional São Paulo da ABRASSP, sócio fundador do escritório Karpat Sociedade de Advogados e considerado um dos maiores especialistas em direito imobiliário e em questões condominiais do país. Além de ministrar palestras e cursos em todo o Brasil, Dr. Rodrigo Karpat é colunista do Elemidia, do site Cidades & Condomínios, Síndico Net, do Jornal Folha do Síndico, do Condomínio em Ordem e de outros 50 veículos condominiais, é consultor da Rádio Justiça de Brasília, do programa É de Casa da Rede Globo e apresenta os programas Vida em Condomínio da TV CRECI e Por Dentro dos Tribunais do Portal Universo Condomínio, além de ser membro efetivo da comissão de Direito Condominial da OAB/SP.