Otimização da gestão financeira impulsiona faturamento das empresas

Especialista aponta dicas de como empreendedores podem aproveitar o começo do ano para organizar finanças e, assim, otimizar a gestão e a lucratividade dos negócios




Mais da metade das PMEs esperam aumentar seu faturamento em 2018, de acordo com pesquisa realizada pela multinacional britânica Sage, líder mundial em software de gestão. Para isso, investir em soluções para otimizar a gestão financeira dos negócios é um dos principais diferenciais para garantir melhor lucratividade em sua operação.

De acordo com Bruno Pain, diretor do VExpenses, aplicativo que facilita a gestão de despesas corporativas, contar com um sistema que permita um acompanhamento completo de finanças, assim como ter controle total de todas as transações realizadas na organização, é fundamental. Porém, não é o suficiente. Para começar o ano com mais tranquilidade e com as contas no azul, o especialista listou algumas dicas:

1 - Faça um planejamento estratégico

O planejamento estratégico é importante para estabelecer expectativas de lucro, projeções de investimentos e de gastos, por exemplo, de acordo com o dinheiro que entra e sai do caixa. O planejamento é responsável por definir ações a serem adotadas e direcionar as tomadas de decisões.

2 - Use centros de custos

Trabalhar com centros de custos é uma boa saída para empresas de todos os portes, pois, dessa forma, é possível saber exatamente as despesas e faturamento de cada setor ou equipe da empresa. Isso ajuda não apenas a equilibrar as contas, como também a tomar decisões sobre investimentos, reduzir custos desnecessários, etc.

3 - Não descuide do fluxo de caixa

O fluxo de caixa é fundamental para garantir a boa saúde financeira da empresa e, por isso, não permite descuidos. É preciso reunir todas valores esperados que entrarão e sairão do caixa, organizando as finanças de maneira que ele esteja sempre positivo. Uma forma de conseguir isso é alinhar o acompanhamento mensal com o planejamento para que as expectativas sejam cumpridas.

4 – Acompanhe os gastos extras dos funcionários

Muitas empresas possuem funcionários que realizam trabalhos externos e acabam tendo despesas extras por conta disso, como alimentação, estacionamento e quilometragens, por exemplo. O processo de controle e acompanhamento desses gastos exige certo cuidado dos gestores, com intuito de evitar falhas e possíveis fraudes que podem comprometer o caixa da empresa. A tecnologia pode ser uma grande facilitadora nesses casos.

5 - Utilize a tecnologia a seu favor

Soluções tecnológicas como, por exemplo, softwares de gestão, podem ser grandes aliadas nas empresas para automatizar o controle das finanças, facilitando processos e otimizando a gestão.

Já nos casos dos processos de reembolso, é possível contar com alguns aplicativos, como o VExpenses, por exemplo, que auxiliam nessas tarefas. Com a ferramenta, o funcionário tira foto do comprovante e já adiciona a um relatório, enviando seu relatório de despesas para o gestor pelo próprio aplicativo. Além disso, permite agilizar tarefas como análises de gastos, limitação de despesas, visualização rápida do gasto médio dos funcionários e o controle e conciliação do cartão corporativo.