terça-feira, 21 de março de 2017

Detran alerta sobre os cuidados com ciclistas

Em 2016, registrou-se o menor número de mortes de ciclistas nos últimos 16 anos

Resultado de imagem para CICLISTAS DF
Com o objetivo de dar continuidade a redução do número de mortes de ciclistas no trânsito, o Detran tem iniciado ações educativas para alertar sobre a condução de bicicletas. Os ciclistas devem estar atentos às regras de circulação e obedecer à legislação.

Algumas atitudes são essenciais para evitar a ocorrência de acidentes, como, por exemplo, circular no mesmo sentido dos veículos, não conduzir bicicleta após o consumo de bebida alcoólica, não pegar carona segurando outro veículo e evitar fazer malabarismos em via pública. Nas vias compartilhadas com outros veículos, o ciclista deve manter-se sempre à direita.

Motoristas
Os condutores dos veículos motorizados são responsáveis pela segurança dos ciclistas. Por isso, é necessário manter o veículo a uma distância mínima de 1,5m da bicicleta. O condutor deve respeitar as normas de circulação, não trafegar na ciclofaixa e estar atento, principalmente, nos cruzamentos e faixas de pedestres.

Estatísticas
De acordo com dados do Detran-DF, em 2016, o Distrito Federal registrou 19 mortes de ciclistas, foi o menor número de óbitos dos últimos 17 anos. Considerando o ano de 2015, no qual foram registradas 32 vítimas fatais, houve uma redução de 40% na quantidade de óbitos. O maior registro de vítimas foi em 2003, quando ocorreram 65 mortes de ciclistas em acidentes de trânsito.

Dicas para os ciclistas

Onde for possível, ande nas ciclovias ou ciclofaixas

Quando estiver em grupo, ande sempre em fila única

Evite pedalar utilizando fones de ouvidos

Sinalize com as mãos suas intenções

Escolha roupas claras

Use refletores nas laterais e nos pedais

Use os equipamentos de segurança

Não trafegue na contramão

Nas faixas de pedestre, desça da bicicleta

Cuidado com as pessoas que cruzam seu caminho

Dê sinal para os carros, mesmo nas travessias exclusivas para ciclistas

Atenção nos cruzamentos, nas esquinas e saídas de estacionamento

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas