quinta-feira, 16 de março de 2017

Caesb concede desconto para quem economizou água em 2016

Medida estabelece devoluções a partir deste mês. Ideia é oferecer incentivo à redução do consumo para diferentes perfis. Benefício é de quase R$ 12 milhões

A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) concederá, a partir deste mês, desconto de 20% na diferença da economia de água feita por consumidores em 2016. Serão R$ 11.919.713,30 em benefícios, distribuídos entre 511.537 unidades em todo o DF. As devoluções serão aplicadas nas faturas em única parcela e de acordo com oito faixas de redução de consumo.

O cálculo para concessão do desconto é a comparação do consumo mensal de 2016 em relação ao mesmo mês no ano anterior. A companhia avalia o volume aferido em determinado mês, em ambos os períodos e, então, aplica os 20% na diferença entre os dois registros. Esse valor é multiplicado pelo preço da tarifa, e o resultado é o valor do bônus.

Por exemplo, se o consumo em janeiro de 2015 foi de 20 metros cúbicos e em 2016, de 3 metros cúbicos, deve-se multiplicar 3,4 (20% da diferença) por 2,86 (valor da tarifa residencial popular). Nesse caso, o bônus seria de R$ 9,72.

Os consumidores da Caesb que têm direito ao bônus foram avisados por meio da fatura de fevereiro deste ano.

Este é o sétimo ano de aplicação do programa de descontos. Ele tem o objetivo de estimular a economia de água, em especial neste período de crise hídrica. “É uma forma de mostrar ao consumidor que esse é um recurso precioso e, por isso, deve ser preservado”, explica a superintendente de comercialização da Caesb, Adeilde Araújo.

Para o próximo ciclo de bônus-desconto, é esperada uma queda ainda mais acentuada no consumo. “Acreditamos que haverá maior concessão de benefícios em razão da campanha de conscientização a respeito da crise hídrica que estamos fazendo. A cada ano, percebemos uma evolução na redução do consumo”, afirma Adeilde.


Calendário para concessão dos bônus-desconto vai até janeiro de 2018

Com o objetivo de manter valores de devolução similares durante todo o ano, a empresa estabeleceu um cronograma de repasses de acordo com a quantidade de beneficiados e o quanto deve ser abatido da conta.

No primeiro mês, serão devolvidos os bônus inferiores a R$ 9. Eles representam a maior parte dos benefícios — 234.993 consumidores ou R$ 1.024.545,81 em abatimentos.


Veja o calendário de concessão dos descontos:

Março de 2017

Valores menores que R$ 9

234.993 consumidores

R$ 1.024.545,81 em devoluções



Abril de 2017

Valores de R$ 9 a R$ 15

98.051 consumidores

R$ 1.150.274,56 em devoluções



Maio de 2017

Valores de R$ 15 a R$ 22

60.694 consumidores

R$ 1.109.715,98 em devoluções



Junho de 2017

Valores de R$ 22 a R$ 30

39.252 consumidores

R$ 1.007.351,91 em devoluções



Julho de 2017

Valores de R$ 30 a R$ 42

30.864 consumidores

R$ 1.087.686,71 em devoluções



Agosto de 2017

Valores de R$ 42 a R$ 60

20.772 consumidores

R$ 1.029.930,73 em devoluções



Setembro de 2017

Valores de R$ 60 a R$ 100

14.727 consumidores

R$ 1.107.898,34 em devoluções



Outubro de 2017

Valores de R$ 100 a R$ 220

7.815 consumidores

R$ 1.093.084,91 em devoluções



Novembro de 2017

Valores de R$ 220 a R$ 600

3.059 consumidores

R$ 1.065.697,07 em devoluções



Dezembro de 2017

Valores de R$ 600 a R$ 2 mil

1.049 consumidores

R$ 1.047.864,18 em devoluções



Janeiro de 2018

Valores maiores que R$ 2 mil

261 consumidores

R$ 1.195.663,10 em devoluções

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas