sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Hemocentro celebra o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue

Atividades na área externa da fundação visam aumentar o estoque para os meses de janeiro e dezembro. Rollemberg, secretários de Estado e diretores de órgãos do DF participaram da campanha nesta sexta (25)

O governador Rollemberg, acompanhado de secretários de Estado e diretores de órgãos do governo, participou da campanha na manhã desta sexta-feira (25). Foto: Gabriel Jabur.
Desde terça-feira (22) até o sábado (26), o Hemocentro organiza atrações para comemorar a Semana Nacional do Doador Voluntário, estipulada em 1964 para aumentar a adesão das pessoas no fim do ano. Atividades feitas por voluntários incluem limpeza de pele, corte de cabelo, atrações musicais e cursos de maquiagem.

Segundo a fundação, a média de doadores aumenta de 200 para até 700 pessoas por dia durante a semana. O prazo de uso do material coletado é de aproximadamente 40 dias, mas o estoque da semana permite que as doações de dezembro sejam usadas em janeiro, e as de janeiro, em fevereiro. A semana comemorativa de 2015 fez com que o Hemocentro estivesse provido até o carnaval.
Rollemberg participou da campanha na manhã desta sexta-feira

Para estimular a população e demonstrar que não há perigo no processo, representantes do Executivo local doaram sangue na manhã de hoje. “É um ato de solidariedade, e as pessoas têm que perceber que doar não dói”, falou o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, enquanto tinha o sangue coletado. Nos leitos ao lado de Rollemberg estavam secretários de Estado e diretores de órgãos do governo.

O governador aproveitou a ocasião para visitar as instalações e aprender sobre o funcionamento da fundação com os servidores locais. Ele acompanhou os processos de coleta e aprendeu porque certos cuidados devem ser tomados antes do procedimento. “As pessoas têm que cumprir todas as determinações do Hemocentro para doar com segurança” avaliou.

“É muito importante essa semana do doador e ter a presença dos secretários e do governador”, disse Antônio Carlos, de 41 anos. Foto: Gabriel Jabur.

O padeiro Antônio Carlos, de 41 anos, foi surpreendido com o que encontrou. Depois da doação, passou na tenda externa onde as atrações ocorrem sem saber da comemoração do dia. “É muito importante essa semana do doador e ter a presença dos secretários e do governador. Falta mais divulgação para o Hemocentro”, disse.
Fundação Hemocentro de Brasília economizou R$ 10 milhões

Após fazer uma parceria com a Controladoria-Geral do Distrito Federal, o Hemocentro conseguiu fazer uma economia de R$ 10 milhões em custos contratuais. A diminuição de gastos ocorreu devido a mudanças na gestão de órgãos de Brasília.


O Hemocentro de Brasília funciona de segunda a sábado, das 7 às 18 horas, no Setor Médico-Hospitalar Norte (Quadra 3, Conjunto A, Bloco 3, Asa Norte). Todo o processo de doação dura, em média, uma hora e quinze minutos. A fundação também coleta plaquetas e cadastra doadores de medula óssea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas