segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Defesa Civil ensina crianças e adolescentes a se protegerem em situações de risco

Lançado em maio, projeto tem uma média de 12 apresentações por mês. Interessados podem requisitar o serviço por e-mail ou telefone

Com fantoches, crianças aprendem de forma lúdica como evitar os acidentes domésticos. Foto: Tony Winston.
No teatro de fantoches apresentado na creche Ipê Rosa, o foco era mostrar situações de risco dentro de casa. A psicóloga que comandou a atividade, funcionária da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, vinculada à Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, falou sobre os perigos de desligar eletrodomésticos da tomada, escalar móveis ou brincar com certos objetos, como facas e ferros de passar. Depois, a mascote Kiko — boneco representado por um dos servidores do grupo — entrou como atração principal e dançou com os meninos e as meninas.

Já as ações para adolescentes têm palestras e encontros de diálogo. Nesse caso, os temas abordados são, por exemplo, como fazer uso inteligente de água e se prevenir de problemas que surgem em tempos de chuva e de seca.

Como requisitar apresentações do projeto Defesa Civil Jovem

Para divulgar o projeto, a coordenadora de Gestão de Riscos e Desastres da subsecretaria, a major do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal Solange Ribeiro, ofereceu o serviço a creches e centros de ensino. “Eu bati à porta das escolas e entreguei o portfólio. Agora recebo as demandas.”

Kiko, mascote da Defesa Civil, também participa das apresentações. Foto: Tony Winston.

Com cinco a oito pedidos de apresentações por semana, a equipe precisou organizar uma agenda e faz uma média de 12 apresentações mensais. Segundo a major Solange, mais de 1,2 mil crianças assistiram ao teatro nos últimos dois meses em diferentes regiões administrativas, como Ceilândia, Gama, Planaltina, Santa Maria, Sobradinho e Taguatinga.

Entre os dias de exibição, a equipe — que não é exclusiva para o projeto e pode ser acionada para ações de resgate e outras necessidades do órgão — ensaia a peça e faz ajustes nos materiais utilizados. Nove servidores da subsecretaria trabalham na iniciativa, que faz parte do Viva Brasília — Nosso Pacto pela Vida. Eles organizaram o conteúdo e criaram o material usado, sem orçamento extra.

As performances não são exclusivas para escolas e creches. Os interessados podem contatar a organização do projeto pelos telefones (61) 3362-1932 e (61) 3362-1909, pelo e-mail defesa.civil@ssp.df.gov.br e pelo site da Defesa Civil do DF.


Projeto Defesa Civil Jovem

Informações e agendamento:
Telefones: (61) 3362-1932 e (61) 3362-1909
Site da Defesa Civil: http://www.defesacivil.df.gov.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas