quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Mais de 730 mil motoristas ainda não têm licenciamento do veículo para 2016

A partir de sábado (1º) haverá penalidades para quem for flagrado em situação irregular. Para ter o documento, é preciso quitar, além do IPVA, débitos de seguro obrigatório, licenciamento e multas vencidas

A dois dias do início da cobrança do certificado de registro e licenciamento de veículos (CRLV) do exercício 2016, 733.037 motoristas do DF ainda não têm o documento em mãos. Foto: Toninho Tavares
A fim de diminuir acidentes de trânsito, o Detran-DF seguirá com a média de sete operações de fiscalização por dia. Nessas blitze são cobrados os documentos. “Aquele que não tiver o licenciamento terá o carro apreendido. Chegamos ao limite do prazo para iniciar a cobrança e não podemos mais adiar”, alerta o diretor de Policiamento e Fiscalização de Trânsito, Silvain Fonseca. Ele destaca que comprovantes de pagamento não são aceitos.

Os condutores também devem quitar todos os débitos vinculados à emissão do CRLV. Além do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), é preciso pagar o seguro obrigatório (DPVat), o licenciamento e multas vencidas.

Para quem regularizou tudo, o Detran despachou o certificado pelos Correios. Os que ainda não receberam o documento devem se informar na Central de Atendimento (telefone 154) ou acessar o portal da autarquia para verificar se há alguma pendência. Nesse caso, quando todas elas forem resolvidas, é preciso retirar o documento em um dos postos do Detran no Na Hora.

A multa para motoristas flagrados sem o licenciamento em dia é de R$ 191,54, sete pontos na carteira e apreensão e remoção do veículo para o depósito do departamento. A partir de 4 de novembro, esse valor sobe para R$ 293,47. Além disso, há taxas para guincho, vistoria, diária e serviço de liberação do carro.

Para quem tiver regularizado a situação, mas for abordado e não apresentar o CRLV de 2016, há aplicação de multa de R$ 53,20, três pontos na carteira e retenção do veículo.
Atendimento exclusivo para emissão do licenciamento no Na Hora

Para evitar as longas filas que costumam se formar próximo à data de início da cobrança do CRLV, o Detran limitou temporariamente o atendimento do órgão nos postos do Na Hora. Desde 19 de setembro a 14 de outubro, as unidades prestarão apenas serviços relacionados à emissão do documento.


Em vez de ir ao Na Hora, quem ainda não está com o certificado de 2016 pode emitir os boletos on-line e pagá-los em caixas eletrônicos, por meio de aplicativos dos bancos para celulares ou em casas lotéricas. Assim, o proprietário do veículo precisa comparecer aos postos do Detran somente para retirar o CRLV.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas